Artistas aparecem com máscaras durante viagens para se proteger do novo coronavírus

Redação - O Estado de S.Paulo

Naomi Campbell, Selena Gomez, Roberta Miranda e outras personalidades demonstraram preocupação com a doença

Artistas demonstram preocupação com o novo coronavírus.

Artistas demonstram preocupação com o novo coronavírus. Foto: Instagram / @naomi | @gwynethpaltrow | @iansomerhalder

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou como pandemia o surto do novo coronavírus na quarta-feira, 11, e as personalidades estão mostrando aos fãs que estão se protegendo da doença.

Acostumados a viajar com frequência para eventos, alguns artistas apareceram nas redes sociais com vestimentas diferentes e buscaram conscientizar o público sobre a importância de se precaver.

Na terça-feira, 10, a supermodelo Naomi Campbell embarcou no Aeroporto Internacional de Los Angeles utilizando um macacão de proteção química e uma máscara. "Segurança em primeiro lugar", disse ela.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Safety First NEXT LEVEL. Thank you @lindaevangelista Full video coming on my YouTube soon…

Uma publicação compartilhada por Naomi Campbell (@naomi) em

Selena Gomez usou máscara cirúrgica em um aeroporto de Chicago, onde participou do CrimeCon, uma conferência de detetives amadores que investigam crimes misteriosos e apresentam possíveis soluções para os casos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Momma and I being tourists. We take great pictures. OH and we went to CrimeCon! Love you Chicago and the bean.

Uma publicação compartilhada por Selena Gomez (@selenagomez) em

O ator Ian Somerhalder, que atuou em Lost e Diários de um Vampiro, também vestiu uma máscara cirúrgica durante uma viagem e desabafou sobre o comportamento dos fãs. "Por favor, seja educado. Lave as mãos com frequência e não espirre em áreas públicas", disse. "Estou vendo pessoas espirrando nas mãos e limpando-as nas calças e depois me parando para pedir foto. Quem faz isso?", completou.

A atriz Gwyneth Paltrow, por sua vez, estava a caminho de Paris, no fim de fevereiro, e também posou com uma máscara. "Paranóica? Prudente? Em pânico? Eu sou durmo se for com essa coisa [máscara] no avião. Fique seguro, não aperte as mãos, lave as mãos frequentemente", escreveu ela, que atuou em Homem de Ferro.

No Brasil, Roberta Miranda usou uma máscara no Amazonas para se proteger do novo coronavírus. A sertaneja fez um show em Lábrea, no Amazonas, no último sábado, 7, e foi flagrada por fãs usando uma máscara cirúrgica para se proteger da doença.

De acordo com imagem obtida pelo jornalista Leo Dias, do UOL, um admirador da cidade viu a cantora descendo de uma caminhonete com o item de proteção e brincou com a atitude dela. "Bonita, ela que vive viajando que pode passar [o vírus] para a gente (risos)", escreveu num story do WhatsApp.

Roberta Miranda usando máscara cirúrgica para se proteger do novo coronavírus, no Amazonas.

Roberta Miranda usando máscara cirúrgica para se proteger do novo coronavírus, no Amazonas. Foto: Reprodução / Instagram

Segundo uma apuração do Estado, o medo do Covid-19 fez aumentar a procura por máscaras cirúrgicas e, no fim de fevereiro, farmácias do centro da capital paulistas ficaram sem esses produtos nas prateleiras. Até o momento desta publicação, havia 73 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

Os eventos de lançamento da Disney+ na Europa, planejados para ocorrer em Londres na primeira semana de março, foram cancelados devido ao novo coronavírus.  Segundo a empresa, a decisão se deu "devido ao cancelamento da participação de membros da mídia na cerimônia e o aumento das preocupações com viagens internacionais."

Eventos e shows cancelados

A estrela pop Miley Cyrus cancelou uma viagem que faria à Austrália para um show em prol das vítimas dos incêndios florestais três dias antes da apresentação, citando as recomendações de limitação de viagens para conter a disseminação da epidemia global de coronavírus.

Miley, de 27 anos, que conquistou fama com sucessos mundiais como Party in the USA e Wrecking Ball, deveria ser a atração principal de um show no dia 13 de março em Melbourne, a segunda maior cidade da Austrália.

Conforme divulgou o E+ no começo de fevereiro, agências sul-coreanas estão cancelando shows de K-pop na Coreia do Sul e no exterior por causa do coronavírus. 

As boybands Winner e NCT Dream, por exemplo, cancelaram shows em Macau e Singapura. Além disso, a Orquestra Sinfônica de Boston cancelou, recentemente, uma turnê pela Ásia, e a Filarmônica de Hong Kong desmarcou cinco shows no continente asiático. 

Os efeitos colaterais do vírus têm atingido fortemente a indústria das artes na Ásia, especialmente em Hong Kong. A cidade, que se transformou em um centro cultural internacional e porta de entrada para a China, agora enfrenta o cancelamento de vários eventos.

A ausência de movimentação cultural no país causa estragos ainda maiores em uma economia já prejudicada por prolongados protestos contra o governo. A Art Basel Hong Kong, uma das feiras de arte mais prestigiadas da Ásia, estava prevista para acontecer neste mês de março e foi cancelada por cuidados com a epidemia e a segurança dos galeristas.