Ariana Grande está 'traumatizada' após atentado em Manchester

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantora, no entanto, teria dito que o foco das atenções não deve ser ela, mas seus fãs

Ariana Grande durante seu show no Madison Square Garden, em New York

Ariana Grande durante seu show no Madison Square Garden, em New York Foto: Chad Batka/The New York Times

Ariana Grande está "traumatizada" após o atentado em seu show na cidade de Manchester, na Inglaterra, que deixou 22 mortos e 59 feridos. Mas, segundo uma fonte próxima da cantora informou à People, ela está mais preocupada com seus fãs. 

"Neste momento, a cabeça e o foco dela estão nas vítimas e em como ela pode ajudar. É menos sobre o estado dela e mais sobre os fãs", disse a fonte. "Ela está viva, está segura. Não é sobre ela, é sobre as vítimas", afirmou.

Ariana Grande teria inclusive se oferecido para pagar o funeral das vítimas, como forma de prestar auxílio.

Segundo a People, outra fonte afirmou que a cantora "ama seus fãs e está absolutamente acabada e devastada, como você pode imaginar. Ela não consegue acreditar que isso aconteceu. Ela só quer ficar com a família e seus entes queridos agora", disse a fonte. A cantora já voltou aos Estados Unidos para ficar com a família.

Até agora, as autoridades identificaram Salman Abedi, de 22 anos, como o responsável pelo ataque. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado.