Após vencer julgamento, Johnny Depp cria conta no Tiktok e já possui mais de 5 milhões de seguidores

Redação - O Estado de S.Paulo

Ator recebeu grande apoio de fãs e internautas, durante o processo contra Amber Heard, com vídeos publicados na rede

Johnny Depp durante julgamento de processo contra Amber Heard

Johnny Depp durante julgamento de processo contra Amber Heard Foto: Jim Watson/EFE/EPA

Após a grande repercussão que o julgamento de Amber Heard e Johnny Depp teve no TikTok, o protagonista de Piratas do Caribe criou uma conta na rede social nesta segunda-feira, 6. O perfil do ator já acumula mais de 5,7 milhões de seguidores.

Depp entrou na plataforma após receber grande apoio de fãs e internautas durante o processo com vídeos publicados na rede. Canais do YouTube e contas do TikTok dedicadas a comentar assuntos judiciais ou à análise de linguagem corporal, passaram a veicular em massa conteúdos favoráveis à Depp.

Nesta terça-feira, 7, a hashtag com o nome do artista possui mais de 33 milhões de visualizações. No mesmo dia, Johnny publicou um vídeo de agradecimento aos fãs. 

@johnnydepp

To all of my most treasured, loyal and unwavering supporters. We’ve been everywhere together, we have seen everything together. We have walked the same road together. We did the right thing together, all because you cared. And now, we will all move forward together. You are, as always, my employers and once again I am whittled down to no way to say thank you, other than just by saying thank you. So, thank you. My love & respect, JD

♬ Stranger - Love Joys

Na legenda, ele escreveu: “A todos os meus apoiadores mais preciosos, leais e inabaláveis. Estivemos juntos em todos os lugares, vimos tudo juntos. Percorremos o mesmo caminho juntos”. 

“Fizemos a coisa certa juntos, tudo porque você se importava. E agora, vamos todos avançar juntos. Vocês são, como sempre, meus patrões e, mais uma vez, não tenho como dizer obrigado, a não ser apenas dizer obrigado. Então, obrigado. Meu amor e respeito, JD”, finalizou.

Depp saiu vitorioso do julgamento de difamação que disputava com a ex-mulher Amber Heard, mas não levará a indenização de R$ 50 milhões (R$ 240 mi) que pedia na ação. O valor final ficou em US$ 8,35 milhões (R$ 40 mi).