Após acusações de assédio sexual, Kevin Spacey procura tratamento

- EFE

Representante do ator de 'House of Cards' enviou comunicado à imprensa

Kevin Spacey interpreta o político Frank Underwwod na série 'House of Cards', da Netflix

Kevin Spacey interpreta o político Frank Underwwod na série 'House of Cards', da Netflix Foto: Nicholas Kamm/ AFP

"Kevin Spacey está levando o tempo necessário para buscar avaliação e tratamento", afirma comunicado do representante do ator americano, envolvido desde domingo em um escândalo por assédio sexual.

A afirmação do representante de Spacey deixa em questão sua participação na sexta e última temporada de House of Cards, uma das principais séries da Netflix.

A gravação da sexta temporada, que começou há duas semanas, foi suspensa indefinidamente pela plataforma logo após as acusações contra Spacey.

"Media Rights Capital, produtor da série, e Netflix decidiram suspender a produção da sexta temporada de 'House of Cards "até segunda ordem", declararam as empresas.

Spacey está no centro das atenções de Hollywood depois de ser acusado de assédio sexual pelo ator Anthony Rapp, uma controvérsia que abalou a carreira do duplo vencedor do Oscar. 

O incidente ocorreu em 1986, quando Rapp tinha 14 anos. Após a acusação, Spacey garantiu que não se lembra do episódio, mas se realmente aconteceu, devia "sincera desculpa".

"Honestamente, não lembro da festa, teria sido há mais de 30 anos. Mas se eu me comportasse como ele descreve, eu devo muito a ele Sincera desculpa pelo que teria sido um comportamento bêbado profundamente inapropriado ", disse Spacey em uma declaração publicada no seu perfil do Twitter.

Os fatos, relatados por Rapp ao portal Buzzfeed News, supostamente aconteceram durante uma confraternização no apartamento de Spacey em Nova York.

Rapp foi para a festa sozinho e foi o único adolescente no evento, então, quando ficou entediado, entrou em uma sala para ver televisão depois da meia-noite.

De acordo com sua história, Spacey entrou na sala, aproximou-se dele e se debruçou sobre ele com a intenção de fazer sexo. Spacey, vencedor do Oscar por The Usual Suspects e Beleza Americana, tinha 26 anos na época.

"Minha memória foi ..." bem, todos se foram da casa ", explica Rapp à publicação, mas "Spacey se interpôs na porta enquanto cambaleava. Minha impressão é que ele estava bêbado".

"Tentou me seduzir, não sei se eu teria usado essa linguagem. Mas eu estava ciente de que ele estava tentando fazer sexo comigo", disse Rapp.

Desde então, outros depoimentos de natureza similar foram tornados públicos. O ator mexicano Roberto Cavazos revelou hoje em sua página Facebook que foi outra vítima de assédio sexual de Spacey quando se conheceram no teatro Old Vic em Londres.

O diretor Tony Montana também se confessou vítima de outro episódio de assédio por parte do americano, quando em 2003 Spacey "pegou sua virilha" em um bar na Califórnia. 

Veja momentos em que House Of Cards lembrou a vida real:

Reprodução de cena da série 'House of Cards' (2014) / Netflix
Ver Galeria 10

10 imagens