Aos 21 anos, Kylie Jenner torna-se a mais jovem bilionária do mundo

Redação - O Estado de S.Paulo

Empresária fez carreira no mundo dos negócios com própria linha de cosméticos

Kylie Jenner doou US$ 1 milhão (aproximadamente cinco milhões de reais) para hospitais da Califórnia, nos EUA, para combater novo coronavírus. Máscaras e equipamentos hospitalares serão adquiridos para profissionais de saúde.

Kylie Jenner doou US$ 1 milhão (aproximadamente cinco milhões de reais) para hospitais da Califórnia, nos EUA, para combater novo coronavírus. Máscaras e equipamentos hospitalares serão adquiridos para profissionais de saúde. Foto: Eduardo Munoz/Reuters

Kylie Jenner está cada vez mais se destacando no mundo dos negócios. Aos 21 anos, a empresária é a mais jovem bilionária do mundo, segundo anunciou nesta terça-feira, 5, a revista Forbes.

E não se trata apenas do fato de ela ser de uma família rica. Kylie lançou sua própria linha de cosméticos, a Kylie Cosmetics, e foi com essa empresa que ela chegou a esse patamar. Segundo estimativas da Forbes, só a companhia dela vale, pelo menos, US$ 900 milhões, cerca de R$ 3,4 bilhões na cotação atual.

"Acrescente a isso o dinheiro que Kylie já retirou do lucrativo negócio e a jovem de 21 anos agora é uma bilionária, com uma fortuna estimada em um US$ 1 bilhão", diz a revista. A publicação informa ainda que a empresária alcançou a marca do US$ 1 bilhão ainda mais nova do que Mark Zuckerberg, que era o detentor desse recorde. Na época em que atingiu esse patamar, o dono do Facebook tinha 23 anos.

"Eu não esperava nada. Eu não previ o futuro", disse Kylie. "Mas [o reconhecimento] é muito bom. Isso é um bom tapinha nas costas", comentou a empresária, que também arrecada como modelo em campanhas publicitárias, que incluem ser a o atual rosto da Pepsi.

Kylie não comanda uma grande empresa. Isso porque toda a produção da Kylie Cosmétics é terceirizada à Seed Beauty, enquanto as vendas são realizadas por meio da plataforma de comércio eletrônico Shopify. O marketing é feito pelas redes sociais da proprietária.

Por trás desse império está a mãe, Kris Jenner, que cobra uma taxa de administração de 10% para tomar conta das relações públicas e da contabilidade de todos os negócios relacionados às filhas. Além de Kylie, ela é a agente de Kim, Khloé e Kourtney Kardashian - as meia-irmãs de Kylie são donas da KKW, outra empresa que se resume à marca e terceiriza a produção.