Anne Hathaway sobre haters: 'O jeito como se sentem em relação a mim não tem a ver comigo'

Redação - O Estado de S.Paulo

Atriz concedeu entrevista na qual falou sobre ter virado alvo de críticas

Anne Hathaway ganhou um Oscar em 2013 por seu papel em 'Os Miseráveis'.

Anne Hathaway ganhou um Oscar em 2013 por seu papel em 'Os Miseráveis'. Foto: John Shearer/Invision/AP

Não é de hoje que Anne Hathaway vive um fenômeno incômodo: ser alvo de haters. Há pelo menos quatro anos, a atriz é constantemente criticada por milhares de pessoas na internet sob os mais diversos argumentos - ser artificial, perfeitinha demais, muito bonita e excessivamente afetada são apenas alguns. Em entrevista ao site Jezebel publicada nesta segunda-feira, 3, ela disse que desvencilhou sua autoimagem à imagem que os haters têm dela e revelou que precisou "amadurecer mais rápido do que o normal" para lidar com os comentários. 

Na entrevista, concedida para divulgar Colossal, o novo filme no qual atuará, com direção de Nacho Vigalondo, Anne afirmou que costumava ficar chateada ao ler textos que a criticavam, mas que agora aprendeu a ignorá-los. "Eu poderia estar lendo um texto nada a ver comigo e de repente encontrar uma manchete sobre mim e sobre como seu site [Jezebel] ou o autor da matéria me detestava. Isso me pegava desprevenida. Hoje, não é como se eu tivesse uma armadura para me proteger, mas consigo ver o que está por detrás de tudo", afirmou.

"A forma como o mundo se comporta comigo não tem nada a ver comigo. O jeito como as pessoas me veem não tem a ver comigo. Mas se alguém dizia alguma coisa que ressoava em mim como algo que eu gostaria de trabalhar em mim mesma, eu tentaria melhorar. Nesse sentido, sinto que precisei amadurecer mais rápido do que o normal. Eu não escolheria ter vivido tudo isso, mas mesmo assim me sinto agradecida por tudo".

Hathahaters. Anne Hathaway nunca fez, de fato, algo errado. Mas desde seu discurso na premiação de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar de 2013 pelo papel de Fantine em Os Miseráveis, ela passou a angariar haters. Em sua fala, a atriz foi considerada artificial e engessada.

De fato, posteriormente, em entrevista ao The Guardian em 2016, ela admitiu que "fingiu estar feliz" na premiação porque ainda estava sensível por interpretar o papel triste no musical inspirado no livro de Victor Hugo. "Me senti mal por vestir um vestido que custava mais dinheiro do que muita gente verá na vida toda ao mesmo tempo em que recebia um prêmio por retratar uma dor que ainda faz parte da nossa experiência coletiva como seres humanos", declarou à época. 

Desde então, ela se tornou a nova personalidade odiada da internet. Muitas pessoas detestam Anne Hathaway sob o pretexto de que ela é afetada e artificial demais. Há quem diga que ela é "muito perfeitinha": boca bem desenhada, pele sedosa, olhos amendoados e silhueta esguia. Muitos a colocam como contraposição à atriz Jennifer Lawrence, que seria "genuína", "autêntica" e "ela mesma".

A internet chegou até mesmo a criar a "Síndrome de Anne Hathaway", quando uma pessoa é odiada mesmo após trabalhar duro, ser reconhecida, ganhar prêmios e alcançar o padrão de beleza idealizado pela sociedade.

O desgosto é tanto que existe inclusive um fã-clube de haters: os Hathahaters. Eles criaram a hashtag #hathahaters para agregar críticas a Anne. A atriz nunca escondeu o quanto os comentários negativos a fizeram mal. Mas, hoje, revela que tirou uma lição de tudo.