Âncora da CNN vem ao Brasil e fica chocado com os canais de filme pornô disponíveis na TV

- BANG Showbiz

Anderson Cooper ficou preocupado que seus sobrinhos assistissem a essa programação

Jornalista estranhou a facilidade de acessar canais pornográficos na televisão.

Jornalista estranhou a facilidade de acessar canais pornográficos na televisão. Foto: Divulgação

Anderson Cooper, âncora americano do canal de notícias CNN, ficou chocado com a facilidade com que as pessoas têm no Brasil para acessar filmes pornô na TV. Ele estava no País durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

"Eu não tinha TV em casa e peguei uma para as crianças [seus sobrinhos de 4 e 13 anos] assistirem [aos Jogos]. Os canais 220, 221, 223 tinham transmissão da Olímpiada. Depois vinham canais religiosos, com pastores, padres e freiras falando. E, tipo, cinco canais depois apareciam quatro canais de pornô explícito", explicou Cooper durante entrevista ao talk show de Stephen Colbert.

"O assutador era que o guia de programação surgia na tela antes da imagem com nomes como Anal Aventura ou Obrigado, Orgasmo", completou.

No entanto, o apresentador do programa fez piada e sugeriu uma desculpa para Cooper dar aos seus sobrinhos caso eles vissem os canais de filme pornô: "Caso você não conseguisse desligar a tempo, você poderia dizer: 'Crianças, isto é o que chamam de luta greco-romana'".