Amber Heard retira pedido de pensão temporária de Johnny Depp

- BANG Showbiz

Atriz acredita que o ex-marido está usando isso contra ela

Foto: Divulgação

Após acusar Johnny Depp de agressão, Amber Heard declarou que não está mais interessada em receber pensão do ex-marido durante o processo de divórcio, porque ela sente que ele está usando isso contra ela. 

A informação foi registrada num depoimento à justiça, divulgado pelo site TMZ. No documento, ela diz que o pedido de pensão está sendo usado "para distrair e desviar o público do problema muito real de violência doméstica". 

A questão da pensão de cônjuge temporária estava definida para ser abordada durante a audiência de ordem de restrição de Amber na próxima sexta-feira, 17, no tribunal de família, depois que ela alegou que Johnny arrecadou US$ 30 milhões no ano passado e ela pode ter direito a quase US$ 1 milhão por mês.

Embora ela tenha decidido cancelar seu pedido por enquanto, de acordo com os documentos, Amber reservou-se no direito de solicitar o apoio do parceiro durante seu divórcio, depois que a ordem de restrição for resolvida.

Amber conseguiu uma ordem de restrição temporária contra Johnny em abril, o que significa que ele tem que ficar pelo menos a 91 metros de distância da atriz e de sua casa, depois que ela o acusou de abusar dela fisicamente e verbalmente durante todo seu casamento de 15 meses.

Na audiência no final desta semana, o juiz vai decidir se estenderá a ordem de restrição temporária de Amber enquanto os detalhes mais delicados de seu divórcio estão sendo finalizados.

Amber pediu o divórcio de Johnny, com quem se casou em 2015, há quatro semanas, citando diferenças irreconciliáveis. Acredita-se que o casal não tenha um acordo pré-nupcial em vigor.