Alok anuncia mudança com a família para Ibiza: 'Não consigo ficar três meses longe'

Redação - O Estado de S. Paulo

DJ explicou que vai ficar na residência Hï Ibiza, junto com Romana Novais, sua mulher, e seus dois filhos, Ravi e Raika

Alok revela que vai morar três meses na Espanha junto com Romana Novais, sua mulher, e os dois filhos, Ravi e Raika.

Alok revela que vai morar três meses na Espanha junto com Romana Novais, sua mulher, e os dois filhos, Ravi e Raika. Foto: Instagram/@alok

Sem limitações. Alok acaba de lançar sua linha de caixas de som e fones de ouvido, e tem sua própria coleção de óculos. Mas, o brasileiro não tem planos de deixar a música, muito pelo contrário, pois nesta sexta, 17, o DJ lançou Deep Down, sua nova canção, e se prepara para uma temporada em Ibiza.

"Vou ficar três meses na residência do Hï Ibiza. Vou levar minha família comigo. Não estou nem olhando muito o destino, mas a jornada em si, que tem que ser prazerosa. Com meus filhos e minha esposa, com certeza, será muito melhor. Eles vão comigo, ficam um mês lá, depois voltamos para o Brasil para fazer alguns eventos, como o Rock in Rio", disse, em entrevista à revista Quem.

Alok explicou que vai viver fazendo ponte áerea, mas que a sua base será em Ibiza: "Vai ser um pouquinho complexo. Mas não tenho outra opção. Não consigo ficar três meses longe da minha família".

Mesmo com a rotina de aeroportos e viagens a todo instante, o DJ não pensa em diminuir o ritmo de trabalho. Na verdade, ele acredita que está em "um pique grande" e reduzir a agenda não é uma opção.

"Não penso em reduzir a agenda agora. Quero, de alguma forma, ter a vida mais equilibrada, mas não parar. Não sei se eu consigo. Acho que tenho alguma ansiedade dentro de mim, que quando fico três dias parado, fico louco já. Quero estar sempre em movimento. Talvez daqui a 10 anos, eu tenha uma outra resposta", brinca. 

Sobre o lançamento de Deep Down, Alok não escondeu a animação e acredita que essa é a música "mais forte" comparado aos últimos lançamentos.

"Estou acreditando 101% nela. É uma mistura de três clássicos que eu misturei e coloquei um verso novo, refrão. Ela se chama Deep Down. São três mashups, sendo que um deles bombou no Tik Tok. Mas não faço as músicas pensando em dancinha, porque não foi assim que criei minhas músicas. Isso nunca foi fonte de inspiração para mim. Respeito quem faz. Até tive umas músicas que explodiram no TikTok, mas não foi porque fiz pensando nisso. Óbvio que se bombar é maravilhoso", fala.

 

 

Quando o assunto são os novos produtos com a sua assinatura, Alok garante que foi muito criterioso para produzir os produtos e que uma caixa de som teve 16 revisões até chegar no resultado esperado.

"Fui muito criterioso desde o início. Teve uma caixa de som que aprovei semana passada e teve 16 revisões minhas até chegar no resultado que eu queria, porque acho que é um produto muito importante para mim. Ainda mais entrando em um mercado novo. Quero entregar um produto com qualidade, mas com preço acessível. O meu critério está presente em cada detalhe. Até porque quero um produto que eu possa usar também no meu dia a dia", afirma.

O brasileiro foi questionado pela Quem se pretende focar no lado mais empresarial, mas negou essa opção e até brincou que os dois filhos que tem, Ravi e Raika, já "dão bastante trabalho".

"Acho importante eu focar no que estou entregando no momento. Tenho os meus óculos também, que já estão na sexta coleção, além das caixas de som e fones de ouvido", diz.

Alok ainda revela que recebeu proposta para fazer uma coleção de roupas, mas que preferiu não aceitar no momento pra conseguir pensar nisso mais pra frente e trazer algo que tenha a sua "verdade por trás".

"Se eu fosse entrar no mercado da moda, seria muito criterioso também. Às vezes, pode não ser tão comercial para as marcas. Preferi dizer não no momento, para que eu faça algo que eu queira usar e tenha a minha verdade por trás. Ainda sou sócio da Droper, um marketplace brasileiro de compra e venda de tênis e itens streetwear, mais segmentados, que não vendem em loja. Essa plataforma tem tudo a ver comigo, mas não estou me limitando a uma linha", justifica.