Alec Baldwin diz que não sabia que atriz era menor de idade

Redação - O Estado de S.Paulo

Revelação feita em livro foi rebatida por produtores do filme 'Sedutora e Diabólica', em que Baldwin e jovem encenavam um caso extraconjugal

. 

Foto: Reuters/Lucy Nicholson

Em sua autobiografia Nevertheless, lançada neste mês de abril, o ator Alec Baldwin, de 59 anos, afirma que desconhecia o fato de Nikki Reed, de 28, ser menor de idade quando contracenaram no filme Sedutora e Diabólica (2006). A afirmação ganhou repercussão nesta quarta-feira, 5, após produtores do longa-metragem desmentirem a versão dele sobre o caso.

Na trama, Baldwin faz um padrasto que mantém uma relação extraconjugal com uma jovem enteada, interpretada por Reed. Segundo Dana Brunetti, que participou da produção do filme, o ator veterano sabia do fato da atriz ser menor e em nenhum momento se queixou disso.

“Ele não só sabia como não se importou que ela tivesse 16 (não 17) anos”, disse, corrigindo a idade que Baldwin atribuiu a Reed no livro. Numa sequência de 11  tweets, Brunetti rechaçou a declaração do artista: segundo ele, outros membros da criação do filme o contataram para avisar que as alegações de Baldwin são falsas. Ele também disse que o diretor da produção, Nick Gutha, achou melhor ter Reed no elenco para que o longa não tivesse cenas de nudez.

“Mas, como ele [Alec Baldwin] tem imitado muito o Trump, talvez também esteja criando fatos alternativos, certo?”, ironizou Brunetti. Baldwin interpreta o presidente americano em quadro no ‘Saturday Night Live’, da NBC.