‘A forma como você degrada mulheres é abominável’, diz ex-coreógrafa de Justin Bieber

Redação - O Estado de S.Paulo

Emma Portner criticou igreja que o cantor frequenta e as condições de trabalho oferecidas por ele

O cantor Justin Bieber.

O cantor Justin Bieber. Foto: Instagram/@justinbieber

A ex-coreógrafa de Justin Bieber, Emma Portner, criticou o músico pelos stories do Instagram nesta semana, após a polêmica dele com Taylor Swift.

A cantora havia postado um desabafo no Tumblr sobre a venda da gravadora Big Machine Records para o executivo Scooter Braun. No texto, ela lembrou do episódio em que Bieber aparece ao lado do empresário e do rapper Kanye West praticando bullying virtual contra ela (veja aqui).

Essa situação levou Emma a falar sobre as más condições que enfrentava quando trabalhava com Justin Bieber. "Eu me arrependo de ter trabalhado para você. Te dei meu corpo inocente, minha criatividade, meu tempo e meu esforço para um conteúdo que você faturou milhões enquanto eu zero, nada, nadinha", afirma.

"Ganhava menos que um salário mínimo para as horas que eu investi. Eu não tinha nem dinheiro para comer. Eu varria o chão de estúdios para poder praticar a minha profissão", relembra. “A forma como você degrada mulheres é abominável”, completa.

Emma Portner criticou também a religiosidade de Justin Bieber. Segundo ela, que é lésbica e casada com Ellen Page, o cantor frequenta uma igreja que não apoia a comunidade LGBTQ. "Eu sou uma lésbica que te ajudou por uma quantia de dinheiro desrespeitosa, enquanto você vai para uma igreja que é contra a minha existência", desabafou.

VEJA TAMBÉM: Relembre as polêmicas em que Justin Bieber já se envolveu

Divulgação
Ver Galeria 8

8 imagens