Taxistas muçulmanos levam passageiros de graça após show de Ariana Grande

Redação - O Estado de S.Paulo

Pessoas ajudadas pelos motoristas compartilharam histórias no Twitter

Saída do show, após a explosão, foi caótica

Saída do show, após a explosão, foi caótica Foto: Pixabay

Na noite da última segunda-feira, 22, uma explosão em Manchester, na Inglaterra, durante o show de Ariana Grande chocou o mundo. Por outro lado, atos de bondade também chamaram atenção: motoristas de taxi levaram diversos passageiros embora do local de graça. 

A saída do show, após a explosão, foi caótica. Segundo a BBC, por isso, taxistas, muitos deles muçulmanos e siques, levaram crianças e suas famílias para onde precisavam ir, sem cobrar nada. 

Em entrevista à BBC, o motorista AJ Singh disse que ajudou pessoas a encontrarem parentes, e elas não tinham dinheiro. 

No Twitter, quem estava no show e recebeu ajuda dos taxistas compartilhou sua história. "Foi um motorista muçulmano que me tirou da situação caótica e me deixou a salvo. As pessoas precisam medir suas palavras", escreveu uma usuária da rede social, em referência aos comentários islamofóbicos. 

Outra internauta compartilhou que, quando saia do show, o taxista prometeu não deixá-la. "Nosso motorista muçulmano nos deu direções para um lugar seguro e disse que nunca nos deixaria. Ele esperou até que chegássemos a ele", tuitou.