Spotify inaugura 'Casa de Música' para artistas mulheres

Redação - O Estado de S.Paulo

Ao todo, 24 cantoras gravarão singles na Casa de Música Escuta as Minas

Cômodo da Casa de Música Escuta as Minas, em São Paulo.

Cômodo da Casa de Música Escuta as Minas, em São Paulo. Foto: Spotify / Divulgação

O Spotify anunciou a inauguração da Casa de Música Escuta as Minas. A iniciativa, que será realizada em uma casa na zona oeste de São Paulo, permitirá a 24 artistas mulheres de diferentes estilos musicais que possam gravar seus singles.

De acordo com o Spotify, foram selecionadas mulheres com a carreira em ascenção para que possam criar, produzir e gravar músicas dentro da própria casa. Ainda segundo a plataforma, o local conta com estúdio completo, sala de mixagem, espaço para workshops, eventos e audições.

As 12 primeiras artistas escolhidas foram 1LUM3, Ni Munhoz, Bárbara Amorim, LUDI, Bibi Caetano, Souto MC, Marujos, Urias, Nina Oliveira, Samantha Machado, The Monic e Luana Marques. 

Em setembro, serão abertas inscrições mara outras 12 mulheres entrarem na casa e passarem pelo mesmo processo.

As participantes da Casa de Música Escuta As Minas poderão trabalhar ao lado de nomes como Lahn Lahn, Mahmundi e Florência Akamine, na área de mixagem e masterização, a técnica de som Bia Paiva e as engenheiras de som Lilla Stip e Allyne Cassini.

As participantes, além da convivência entre si, também terão a oportunidade de participar de workshops, eventos, shows e rodas de debate durante seu período na casa.