Shell lança vídeo com história de caminhoneira transexual; assista

Redação - O Estado de S.Paulo

Afrodite diz que nunca se identificou como homem e chegou a ter uma filha antes da transformação

'Morre Haroldo e nasce Afrodite': mulher trans diz que já sofreu preconceitos e tem uma filha. 

'Morre Haroldo e nasce Afrodite': mulher trans diz que já sofreu preconceitos e tem uma filha.  Foto: Youtube / Shell

A Shell lançou na última segunda-feira, 3, um vídeo de uma caminhoneira transexual chamada Afrodite.

A produção faz parte da série De Causo em Causo, na qual a marca de combustíveis conta histórias inusitadas de motoristas de caminhão para mostrar que "suas vidas vão muito além das estradas".

"Eu nasci Heraldo Almeida Araújo e desde criança eu nunca me identifiquei como homem. Já fui eletricista, empresário, até que descobri o caminhão. Eu mesma fazia minhas calcinhas e sutiãs", diz.

A transformação dela foi há três anos, época em que assumiu o nome social Afrodite e decidiu que nunca mais colocaria uma roupa masculina. Antes da mudança, a mulher trans havia constituído família e chegou a ter uma filha, a Tatiana. Assista: