San Diego Comic-Con ganha na Justiça a exclusividade de uso da sua marca

Redação - O Estado de S.Paulo

Juiz norte-americano ordenou que outro evento deixasse de usar 'Comic Con' no seu nome

Os organizadores da San Diego Comic-Con ganharam na Justiça a exclusividade sobre o uso da marca 'Comic-Con'

Os organizadores da San Diego Comic-Con ganharam na Justiça a exclusividade sobre o uso da marca 'Comic-Con' Foto: Mike Blake/Reuters

Os organizadores da San Diego Comic-Con conseguiram uma decisão favorável na Justiça dos Estados Unidos que impede que outros eventos de quadrinhos e cultura pop utilizem 'Comic-Con' no seu nome. A decisão de Anthony Battaglia, juiz federal na Califórnia, alega que a marca foi criada originalmente para o evento de San Diego e é intrinsecamente ligado a ele.

No caso em questão, a San Diego Comic Convention entrou com processo contra a Salt Lake Comic Con alegando que o nome do evento infringiu a marca registrada deles. Com a decisão favorável, o evento que será realizado na cidade de Utah precisou mudar de nome para FanX Salt Lake Comic Convention e seus organizadores estão impedidos de usar qualquer material ligado à marca Comic-Con.

Battaglia também ordenou que a organização do evento de Salt Lake pague as custas processuais e honorários advocatícios que estão em torno de US$ 4 milhões (aproximadamente R$ 16,3 milhões).

A organizadora da San Diego Comic-Con já vinha processando vários eventos nos Estados Unidos que estavam utilizando 'Comic-Con', 'Comic Con', 'ComiKon' e outros nomes similares, mas até agora não tinham conseguido nenhuma decisão favorável. Segundo a revista The Hollywood Reporter, os responsáveis pelo evento agora esperam usar essa sentença como prova nas outras ações em curso nos Estados Unidos.