Rita Lobo sai em defesa de Paola Carosella sobre hambúrguer vegetal

Camila Tuchlinski - O Estado de S.Paulo

‘Tem gente que enxerga no comentário dela crítica ao veganismo. É muita cegueira’, diz culinarista

A culinarista e apresentadora do GNT Rita Lobo.

A culinarista e apresentadora do GNT Rita Lobo. Foto: Denise Andrade/Estadão

Um dia depois da polêmica lançada pela chef Paola Carosella sobre o hambúrguer vegetal, Rita Lobo também se manifestou a respeito do assunto nas redes sociais.

A culinarista, conhecida por criticar alimentos ultraprocessados, inclusive em seus livros, usou o Twitter nesta sexta-feira, 27, para se posicionar.

“O legal dessa onda de produtos plant-based é que, por serem novos, fazem com que consumidores atentos enxerguem a mecânica da indústria de ultraprocessados. Caldos, biscoitos, refris estão aí há tanto tempo que muitos não conseguem mais diferenciá-los de comida de verdade”, escreveu Rita Lobo. Nesta quinta, Paola Carosella usou a mesma rede social para criticar o hambúrguer vegetal, comercialmente vendido como ‘hambúrguer de planta’.

“Sugiro o seguinte: Se você quer comer coisas sabor carne, coma carne. Se quer comer plantas, coma plantas com gosto de plantas. E se quer parar ou diminuir o consumo de carne, o universo vegetal é gigantesco. Não se deixe enganar”, escreveu a jurada do MasterChef.

Comentário de Rita Lobo sobre posicionamento de Paola Carosella a respeito do hambúrguer vegetal.

Comentário de Rita Lobo sobre posicionamento de Paola Carosella a respeito do hambúrguer vegetal. Foto: Twitter/@RitaLobo

Rita Lobo também saiu em defesa da chef. “Como bem colocou a Paola Carosella, é oportunismo. E, mesmo assim, tem gente que enxerga no comentário dela uma crítica ao vegetarianismo/veganismo. É muita cegueira”, concluiu. 

Paola respondeu a colega: “É cegueira, é confusão, é desinformação e é também dependência. Se você não sabe como fazer comida saborosa (com ou sem bichos), fica difícil não defender quem te alimenta. A solução milagrosa é: aprender a cozinhar!”, concluiu.

Página oficial da culinarista Rita Lobo, no Twitter.

Página oficial da culinarista Rita Lobo, no Twitter. Foto: Twitter/@RitaLobo

Os seguidores de Rita Lobo também se manifestaram a respeito da polêmica do hambúrguer vegetal.

“Eu também não defendo comida processada. Eu nem gosto. Mas eu entendo o apelo que algo que imita carne (nos outros países inclusive linguiça e hambúrguer que 'sangra') é uma opção pra quem quer, de vez em quando, comer essas coisas sem comer animais”, escreveu um internauta. “Como carne, mas as vezes eu mesmo faço meu hambúrguer sem carne, vegano. Faço com base de batata doce. Faço tão rápido que nunca pensei em comprar pronto”, disse outro.

 

O que é o hambúrger de planta?

Febre nos Estados Unidos, hambúrgueres feitos com vegetais, mas que imitam carne bovina em aparência, textura, aroma e sabor já estão nos supermercados e em algumas lanchonetes brasileiras. 

Criados não só com soja, beterraba e outros ingredientes, mas também com auxílio de tecnologia, os alimentos já fazem parte do portfólio de pelo menos quatro empresas nacionais.

Conheça as marcas que comercializam hambúrguer vegetal.

O hambúrguer vegetal da Seara, feito de proteína de soja, trigo, beterraba e temperos diversos.

O hambúrguer vegetal da Seara, feito de proteína de soja, trigo, beterraba e temperos diversos. Foto: Divulgação/Seara