Restaurante na Alemanha proíbe entrada de crianças para garantir ‘oásis de paz’

Redação - O Estado de S.Paulo

Proprietário declara que objetivo é proporcionar 'tranquilidade' para os clientes

Comida típica alemã.

Comida típica alemã. Foto: Divulgação

Nada de crianças a partir das 17h. Esta é a regra do restaurante Oma’s Küche, conhecido como cozinha da vovó, que fica no balneário de Binz, na ilha de Rügen, no Mar Báltico. O dono do estabelecimento, Rudolf Markl, conta que o local já sofreu diversas situações de indisciplina promovidas por crianças: “Meninos e meninas provocam outros clientes, puxando a toalha das mesas e entornando taças de vinho”, desabafa.

O empresário explica que não tem nada contra as crianças e sim “contra determinados pais que não conseguem educar seus filhos e nem reagem quando os menores incomodam os outros vizinhos de mesa”. O dono do estabelecimento não acha satisfatório o comportamento dos responsáveis: “Eles se limitam a responder com um sorriso, continuam comendo e não se interessam”, acrescenta Markl.

De acordo com informações da Deutsche Welle, na Alemanha, o presidente da associação hoteleira da região, Lars Schwarz, não acredita que a medida dará certo, porém, reconhece que os empresários têm o direito de decidir quem aceitam ou não nos restaurantes. A medida gerou polêmica nas redes sociais. Internautas tiraram fotos da placa que é colocada todos os dias em frente ao Oma’s Küche.