Religiosos são maioria na população LGBTQ dos Estados Unidos, diz pesquisa

Redação - O Estado de S.Paulo

Estudo analisou opinião sobre gênero, sexo, política, família e discriminação

Pesquisa contou com 880 entrevistados

Pesquisa contou com 880 entrevistados Foto: Pixabay/@janeb13

Uma pesquisa revelou que mais da metade dos adultos da comunidade LGBTQ dos Estados Unidos possuem alguma religião. O estudo ainda incluiu perguntas sobre gênero, sexo, política, família e discriminação.

Cerca de 57% dos entrevistados afirmaram ter alguma religião. Os protestantes e cristãos eram 23% do grupo, seguidos pelos católicos, com 18%. Por outro lado, 39% disseram não seguir nenhuma religião.

A maioria dos entrevistados, 55%, é mulher, ao passo que os homens corresponderam a 41%. Aproximadamente 5% se consideraram queer ou não-binário (não se classificam em nenhum dos gêneros).

Em torno de 57% dos entrevistados têm entre 18 e 39 anos. Do total, 21% disseram mentir sobre sua orientação sexual no trabalho e 12% reportaram já ter sofrido discriminação no ambiente de trabalho por causa de sua orientação sexual ou identidade de gênero.

Uma pequena parte dos entrevistados, 16%, acredita que comerciantes podem se negar a atender clientes da comunidade LGBTQ em razão de sua crença religiosa, enquanto 69% discordaram.

A pesquisa online foi conduzida pelo site BuzzFeed News e pelo Whitman Insight Strategies entre 24 de maio e 1º de junho de 2018. Foram entrevistadas 880 pessoas. A margem de erro é de 3,3% para mais ou para menos.