Raposa é morta por galinhas ao invadir galinheiro durante a noite

Agência - AFP

Animal ficou preso no espaço destino às aves porque as portas abrem apenas pelo lado de fora

Em efeito de manada, aves atacaram raposa que invadiu galinheiro.

Em efeito de manada, aves atacaram raposa que invadiu galinheiro. Foto: RitaE/Pixabay

Uma raposa que invadiu um galinheiro no cair da noite, na Franca, foi encontrada morto na manhã seguinte, vítima das bicadas das aves. O caso ocorreu na última semana.

Suspeita-se que o predador foi atacado porque ficou preso no espaço reservado às galinhas, localizado na escola agrícola Le Gros Chêne, no noroeste do país.

Alunos da instituição descobriram o cadáver quando faziam a ronda matinal para controle da aves.

"Ali, em um canto, encontramos a raposa morta", disse Pascal Daniel, chefe da granja da escola. "As galinhas são muito ágeis, houve um efeito de manada e elas o atacaram com seus bicos", acrescentou.

A raposa não pôde sair porque as portas do galinheiro se fecham automaticamente à noite e só abrem pelo lado de fora. O animal, de seis ou sete meses, se viu preso e foi vítima da vingança das galinhas, segundo falou Daniel.