Pombo que não voa e cão que não anda viram amigos inseparáveis nos EUA

Redação - O Estado de S.Paulo

Ave seria sacrificada, mas protetora dos animais resolver dar uma vida feliz para o animal; entenda

Cachorro e pombo com deficiências viram amigos em ONG dos Estados Unidos.

Cachorro e pombo com deficiências viram amigos em ONG dos Estados Unidos. Foto: Facebook / The Mia Foundation

Você já pensou em um pássaro e um cachorro virando parceiros de vida? Apesar de ser algo difícil de se imaginar, foi o que aconteceu entre o pombo Herman e o chihuahua Lundy.

Os dois passaram a viver na ONG de direitos animais The Mia Foundation em Nova York, nos Estados Unidos, após serem resgatados. Herman sofre com problemas neurológicos que o impedem de voar, e foi encontrado nas ruas por veterinários. A princípio, ele seria sacrificado, mas Sue Rogers, fundadora da Instituição, resolveu ficar com ele.

Já Lundy, vítima de uma má formação na medula espinhal, foi abandonado pelos donos por não conseguir mexer as patas traseiras. 

A dupla costuma ficar dentro de um berço e o que não falta é afeto entre os dois. Em vídeos publicados na página da fundação, no Facebook, Lundy aparece lambendo, esfregando o rosto e fazendo carinho no pombo Herman.

As gravações atraíram milhares de visualizações dos usuários da rede social e muitos doaram para ajudar nos cuidados aos animais da instituição. No último sábado, 15, Sue Rogers agradeceu pelo apoio que tem recebido.

"Caio em lágrimas quando penso que o pombo é conhecido em todo o mundo agora. Fui chamada de louca por deixar Herman vivo e tentar lhe dar uma vida feliz. A vida dele significa muito para mim. E Lundy, bom, quem não amaria esse doce cachorrinho?", escreveu.

Assista aos vídeos: