PM entra em batalha de rap com jovens no metrô e surpreende passageiros

João Abel* - O Estado de S. Paulo

Vídeo do soldado Marlon Polidoro improvisando rimas viralizou na internet

Após o vídeo, soldado Marlon Polidoro ficou conhecido na Cidade Ademar, Zona Sul de São Paulo, onde serve a Polícia Militar

Após o vídeo, soldado Marlon Polidoro ficou conhecido na Cidade Ademar, Zona Sul de São Paulo, onde serve a Polícia Militar Foto: Divulgação/Marlon Polidoro

Imagine estar no metrô escutando som alto e, de repente, um policial militar te enquadra. Você pensa que se deu mal, certo? Não se ele for um cantor de rap, como o soldado Marlon Polidoro, do 22º Batalhão da Polícia Militar de São Paulo.

Tudo aconteceu quando o PM voltava para casa em um vagão da Linha 1 Azul do metrô, quando dois jovens entraram com uma caixinha de som e começaram a rimar. O soldado, que é cantor há mais de uma década, não teve dúvida: chamou os dois para uma ‘batalha de rap’.

Os passageiros que estavam no local filmaram a situação e o vídeo se tornou um sucesso nas redes sociais na última sexta-feira, 5.

Polidoro conta que os rimadores se assustaram com a abordagem. “Eu pedi para que os jovens se aproximassem de mim, mas eles ficaram meio ‘cabreiros’. Devem ter pensado que eu ia dar uma dura ou mandá-los parar. Mas aí eu disse: ‘Solta o som que agora a batalha vai ser entre nós três’. E aí tivemos um momento de distração. Foi muito legal”, contou o PM ao E+.

Natural do Rio de Janeiro, o soldado entrou na Polícia Militar de São Paulo há dois anos, mas a música já fazia parte da sua vida desde criança. “Um primo meu que mora em Barra do Piraí (RJ) me mostrou algumas coisas do mundo do rap. Foi amor à primeira vista. Desde então, comecei a pesquisar e me instruir sobre o assunto. Sou cantor há 10 anos”, explicou.

Fã de Gabriel O Pensador, Racionais MC’s e outros rappers nacionais, Polidoro não vê contradição em cantar de um ritmo que ainda é marginalizado pela sociedade, mesmo sendo policial.

No ano passado, ele lançou o disco Fé Para Vencer, que assina com o nome artístico de Marlon Black Style (MBS). Com foco na música gospel, o trabalho foi produzido por Luciano Claw, músico que já trabalhou com grupos de pagode, samba, rap e funk.

Disco 'Fé Para Vencer' contou com participação do PM Marlon Polidoro

Disco 'Fé Para Vencer' contou com participação do PM Marlon Polidoro Foto: Divulgação/Marlon Polidoro

“Nas minhas letras, eu falo sobre Deus, fé e o cotidiano na periferia, pois sou cristão e essa essa é minha base”, comentou.

O vídeo no metrô chegou a 4 milhões de visualizações na página Fluxo do Helipa e foi compartilhado por quase 90 mil pessoas. “Quando estourou o vídeo, eu também fui pego de surpresa, porque isso aconteceu há uns 25 dias, mas só foi divulgado agora”, revelou o soldado.

Depois do sucesso, o ‘cantor-policial’ quer reencontrar os parceiros de rima. “Estou tentando entrar em contato com eles. Acho que foi uma repercussão bacana e eles também devem estar surpreendidos. Mas tudo aconteceu de uma forma espontânea”, concluiu.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais