Planetário de São Paulo oferece sessão especial gratuita sobre buraco negro

Redação - O Estado de S.Paulo

Atividade será no Parque do Ibirapuera dois dias após ser divulgada a primeira imagem do fenômeno

Primeira fotografia real de um buraco negro na história.

Primeira fotografia real de um buraco negro na história. Foto: Twitter/@eventorizon

Após a revelação da primeira imagem real do buraco negro na história da humanidade, o Planetário de São Paulo realizará uma sessão especial gratuita nesta sexta-feira, 12. A chamada Sessão Cidadã Especial Vendo o Invisível ocorrerá no Parque do Ibirapuera.

Durante o evento, o divulgador científico Poligonautas Schwarza e o astrônomo da USP Pedro Beaklini falarão sobre o buraco negro Sagittarius A, na Via Láctea, e o buraco negro da galáxia M87, que acaba de ser fotografado. 

Além da imagem divulgada nesta semana, a fotografia também confirma e valida a teoria geral da relatividade do físico alemão Albert Einstein, na qual a gravidade é o resultado da curvatura espaço-tempo, a partir da massa e energia. Uma conferência internacional em Bruxelas, acompanhada ao vivo por diversos países, foi responsável por fazer o anúncio oficial. Cientistas e pesquisadores de aproximadamente 40 países tornaram possível a constatação do que Einstein descobriu há um século atrás.

O buraco negro registrado é três milhões de vezes o tamanho do nosso planeta, que tem 40 bilhões de quilômetros de diâmetro. 

A sessão no Planetário é gratuita e os ingressos podem ser obtidos antecipadamente através do site ou na bilheteria do local, com uma hora de antecedência. 

Sessão Cidadã Especial Vendo o invisível: a primeira imagem de um buraco negro

Quando: 12 de abril, das 19h30 às 21h30

Local: Planetário do Ibirapuera - av. Pedro Álvares Cabral, s/n - portão 10 - Parque Ibirapuera