Pais processam filho de 30 anos para que ele saia de casa

redação - O Estado de S.Paulo

Casal entregou cinco notificações por escrito ao homem, que não ajuda com as despesas da família nem com as tarefas domésticas

Michael Rotondo durante processo de despejo em Syracuse, cidade de Nova York.

Michael Rotondo durante processo de despejo em Syracuse, cidade de Nova York. Foto: Douglass Dowty /The Syracuse Newspapers via AP

Um casal de Nova York está prestes a ir ao tribunal para forçar o filho de 30 anos a sair de casa. Os pais dizem que o homem se recusa a deixar a casa apesar dos inúmeros avisos que já deram a ele.

Porém, Michael Rotondo diz que, legalmente, ele não recebeu notificação suficiente para deixar a casa dos pais, segundo informou o canal News 8.

O processo alega que Rotondo não contribui com as despesas da família nem ajuda com as tarefas domésticas.

Os pais dele deram cinco avisos por escrito ao longo dos últimos meses, dizendo que ele precisa ir embora. Eles afirmam que até ofereceram ajuda para que o filho comece uma nova vida sozinho.

Os vizinhos estão de acordo com o casal. "Dê espaço para a mãe e o pai. Já é hora. Ele tem 30 anos e não paga aluguel. Você precisa ser independente", disse Lashea Wright.

A família de Rotondo vai ao tribunal no final deste mês, pouco mais de um mês antes de ele completar 31 anos.