Pai dá dicas de como ser um bom marido para a mulher grávida e no pós-parto

Redação - O Estado de S.Paulo

‘Troque todas as fraldas que puder’, ‘lembre-a de que ela é uma super-heroína’ e outros conselhos viralizaram nas redes sociais; leia na íntegra

Ted Gonder com um de seus filhos. 

Ted Gonder com um de seus filhos.  Foto: Facebook / Ted Gonder

Ted Gonder, de 29 anos, tem três filhos e repercutiu no Facebook ao escrever para o seu 'eu' de 24 anos, quando ainda não era pai, sobre como ser um bom parceiro para a sua mulher, Franziska, durante a chegada de um bebê.

Ele destaca que a amamentação é uma fase bonita e gratificante para a mãe, mas é cansativa e, por isso, é função do homem “trocar todas as fraldas que puder”. "Você evitará desequilíbrios e ressentimentos no relacionamento. Quando as amigas de sua esposa estiverem reclamando da falta de apoio dos maridos, ela estará se gabando de você", acredita.

Gonder ainda sugere que o marido faça café da manhã para a companheira todos os dias. "Ela ficou acordada a noite toda alimentando o bebê, então ajude a começar o dia de uma maneira que a faça se recuperar”.

Para além das tarefas domésticas, o americano destacou a importância de valorizar a beleza da parceira, sobretudo após a gravidez, quando as mudanças corporais podem mexer com a autoestima. "Diga a ela que ela é linda e ajude-a a perceber isso nos momentos em que ela se sentir mais autocrítica e sem esperança em relação ao corpo", aconselha.

"Lembre-a de que ela é uma super-heroína. Ela literalmente mudou todos os órgãos e ganhou 20 quilos para dar a você uma criança que será um presente para você pelo resto da vida", completa.

Ted Gonder lembra também que os hormônios da gestação podem fazer a grávida ou a mãe no pós-parto a agir de uma forma que gere desentendimentos, mas cabe ao homem entender o momento e não reagir de forma rude. Caso contrário, ele acredita que a mulher sentirá, após a briga, que o parceiro "sequestrou as emoções que ela sente, tornando seus os problemas dela".

"Lembre-se de que a sua função durante essa fase é ser o suporte dela. Então mantenha a postura quando a língua dela estiver mais afiada. Tudo volta ao normal em breve e você quer que ela fique agradecida por você ter mantido as coisas juntas", explica.

Veja a publicação: