Outdoors em Los Angeles criticam abusos da indústria do cinema

Redação* - O Estado de S.Paulo

'E o Oscar de maior pedófilo vai para...', dizia um dos cartazes

Cartazes foram colocados nas proximidades de onde ocorre a cerimônia do Oscar, em Los Angeles. 

Cartazes foram colocados nas proximidades de onde ocorre a cerimônia do Oscar, em Los Angeles.  Foto: Ross Rollo/Reuters

Los Angeles acordou na quarta-feira, 28, com uma provocação à indústria cinematográfica: três cartazes sobre os abusos sexuais cometidos por grandes nomes do cinema foram espalhados nas proximidades de onde ocorre a cerimônia do Oscar no próximo domingo, 4. 

"Nós todos sabemos e ainda assim, nada de prisões", dizia um dos outdoors, que foram colocados ao longo de uma avenida no oeste da cidade, a poucos quilômetros do local da cerimônia dos Prêmios da Academia. Outro trazia os dizeres: "E o Oscar para o maior pedófilo vai para...". 

Os cartazes seguem o estilo vermelho e preto visto no filme Três Anúncios para um Crime, também indicado à premiaçãosobre uma mãe que usa outdoors para chamar atenção da polícia local ao crime cometido contra sua filha.

A campanha #MeToo motivou dezenas de mulheres a denunciarem assédios sexuais sofridos por homens poderosos da indústria. "Estamos simplesmente cansados ​​desses elitistas em Hollywood", disse à agência de notícias Reuters a pessoa que se identifica como Sabo e assumiu a responsabilidade pelos cartazes.

"Os maltratos a mulheres e crianças que estão acontecendo por 100 anos finalmente estão sendo revelados", acrescentou. Sabo disse que levantou fundos para os outdoors com amigos e pelas redes sociais. 

Os avisos estavam sendo derrubados já na manhã de quarta-feira. 

*Com informações da Reuters