Nova heroína da Marvel é latina, negra, gay e inspirada em Beyoncé

- O Estado de S.Paulo

America Chavez faz parte do grupo de Vingadoras mulheres

Nova heroína da Marvel, America Chavez.

Nova heroína da Marvel, America Chavez. Foto: Reprodução/Twitter

Seguindo a tendência da diversidade nos personagens das histórias em quadrinhos, a Marvel divulgou sua nova heroína, America Chavez. Negra, latina, gay e inspirada em Beyoncé,  a personagem vai aparecer na segunda edição do quadrinho America.

O responsável pela criação foi Joe Quinones, e foi ele mesmo quem divulgou a capa da HQ via Twitter. No tuíte, ele anunciou a novidade junto a um trecho da música Formation, de Beyoncé - a personagem usa chapéu e colares parecidos com o da cantora.

Em entrevista ao site Mic, Alex Alonso, editor-chefe da Marvel, contou um pouco da história da nova heroína: "Em 'América', a jovem vingadora se mantém firme contra uma trupe alienígena que se aproxima, ao mesmo tempo em que gerencia sua vida social e tenta participar de várias aulas em outros mundos.". Em 2015, a Marvel anunciou um grupo de Vingadoras mulheres, a A-Force. 

Nos últimos anos, a Marvel têm investido em personagens que tocam no ponto da diversidade. Kamala Khan, por exemplo, que apareceu nos quadrinhos pela primeira vez em 2013, é muçulmana e tem descendência paquistanesa - é a primeira protagonista dessa religão nos quadrinhos da empresa.