Mulher mente que Trump sofreu impeachment para ex-marido morrer tranquilo

Redação - O Estado de S.Paulo

Michael Garland Elliott costumava criticar as ações do presidente norte-americano

.

. Foto: Pixabay

Michael Garland Elliott morreu aos 75 anos no Oregon, nos Estados Unidos. As últimas palavras que ouviu antes de falecer foram da ex-mulher, Teresa Elliott, pelo telefone: ela disse que Trump havia sofrido impeachment. Em seguida, morreu. 

Apesar da notícia ser falsa, Teresa afirma não se arrepender. "Eu sabia que em seu último momento aquilo lhe daria conforto. Então, ele deu seu último suspiro", disse em entrevista ao jornal Daily News

Mesmo separados há 20 anos, de acordo com o obituário de Michael, os dois eram melhores amigos. A senhora de 68 anos vive no Texas, então, falou com o ex-marido pelo telefone. 

De acordo com Teresa, o norte-americano era viciado em notícias e sempre expressava seu descontentamento com Trump, mesmo quando não conseguia mais falar.