Mulher é presa após ataque racista em ônibus nos Estados Unidos; assista

Redação - O Estado de S.Paulo

'Volte para a p**** do seu país', gritava a cidadã, que assustou passageiros de um ônibus no estado de Nova York

Mulher grita com passageiros que ela julga serem imigrantes e pede que eles "voltem ao seu país".

Mulher grita com passageiros que ela julga serem imigrantes e pede que eles "voltem ao seu país". Foto: Reprodução / Facebook / Zoe Mac

Uma mulher foi presa após ser filmada proferindo palavras racistas em um ônibus no bairro em Rockland County, Nova York, nos Estados Unidos. Visivelmente transtornada e sem motivo aparente, a mulher profere diversos palavrões e ofensas enquanto manda passageiros "voltarem para o seu país". 

Ela inclusive usa o termo "negro" - a "N word" costuma não ser nem pronunciada por inteiro por ser considerada extremamente preconceituosa e ofensiva nos EUA. 

De acordo com o jornal Daily Mail, acredita-se que tudo começou quando a mulher decidiu ofender o motorista do ônibus - e depois iniciou o ataque generalizado, dirigindo-se aos passageiros negros e os que ela julgava serem imigrantes com palavrões e ofensas. 

Quatro vídeos foram postados no Facebook por Zoe Mac, um dos passageiros e que também foi ofendido pela cidadã. "Ignorância em seu máximo, vi essa situação no ônibus hoje voltando para casa do trabalho [...] racismo nunca morreu e é assim que pessoas como eu vivem", escreveu em uma das legendas.

Em um deles, é possível ver que ela tenta agredir a pessoa que está filmando, e é interrompida por alguém que pede para que o filho dela, que acompanhava a viagem, segure a mãe. Nenhum dos dois teve o nome divulgado.

O motorista precisou parar o ônibus para que a polícia atendesse a ocorrência. A mulher foi então presa por desordem e levada para a delegacia. O xerife local disse que está investigando o caso.  

Confira abaixo as imagens: