Mãe alega que cabelo da filha foi raspado em creche sem autorização

Redação - O Estado de S.Paulo

Uma voluntária da creche em que ela fica a teria levado para um cabeleireiro por 'higiene'

Nos Estados Unidos, uma mãe alega que funcionários de uma creche levaram sua filha para um cabeleireiro sem sua permissão e rasparam a cabeça dela

Nos Estados Unidos, uma mãe alega que funcionários de uma creche levaram sua filha para um cabeleireiro sem sua permissão e rasparam a cabeça dela Foto: Pixabay/Pexels

Uma mãe está processando uma creche em Massachusetts, nos Estados Unidos, alegando que funcionários levaram sua filha a um cabelereiro sem sua permissão e pediram que o profissional raspasse o cabelo da garota.

Denise Robinson fez um post no Facebook mostrando o antes e o depois do cabelo da sua filha, Tru, que teve a cabeça raspada.

“Nós não demos permissão a ninguém para fazer isso”, escreveu no post, que não está mais disponível para o público. “É revoltante não só para mim, mas para ela também que tenham feito isso”, disse em entrevista para a emissora CBS. “Estou muito brava com isso e vou atrás de quem fez isso porque minha filha foi assediada”, continuou.

A garota tinha o cabelo cacheado, e a voluntária da creche ainda teria dito a ela que voltaria a crescer liso.

A creche alega que fez isso por questões de higiene e vai analisar o caso para determinar se alguma punição é necessária. “Uma análise dos fatos está sendo feita para determinar o que aconteceu e, se necessário, uma ação punitiva será tomada”, disseram em comunicado obtido pela CBS.

Veja abaixo a foto de Tru antes e depois do corte de cabelo.