Ludmilla, Martinho da Vila e outros artistas negros contam trajetória em playlists

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

Disponíveis na plataforma de streaming Deezer, coletâneas fazem parte de ação para valorizar o trabalho de artistas negros

Martinho da Vila fala sobre sua trajetória em playlist com dez músicas, disponível no Deezer

Martinho da Vila fala sobre sua trajetória em playlist com dez músicas, disponível no Deezer Foto: Wilton Junior/Estadão

A plataforma Deezer disponibilizou, no mês de novembro, um canal especial com conteúdo de cantores e podcasters negros. A ideia é valorizar a produção desses artistas, no mesmo período em que é celebrado o Dia da Consciência Negra nesta sexta-feira, 20.

O canal Cultura Negra está disponível na página inicial e na seção “Explorar” da plataforma. Ele é composto por "playlists 100%", que reúnem as músicas mais famosas de cantores como Elza Soares e Thiaguinho, podcasts sobre a questão racial no Brasil e também homenagens a artistas negros.

A área Playlist da Minha Vida reúne playlists feitas e comentadas por cantores como Ludmilla, Martinho da Vila, Karol Conka, Psirico e Projota, em que os cantores falam de suas carreiras a partir dos seus grandes sucessos, e explicam os efeitos deles em suas vidas.

A Deezer também irá incluir duas novas playlists, focadas em cantores negros: Axé de Protesto e Pagode. O canal também inclui uma seleção de “álbum do dia” de um cantor negro e uma sessão Tributo, com homenagens a artistas como Arlindo Cruz e Dona Ivone Lara. A sessão é atualizada semanalmente ao longo do mês de novembro. 

Segundo a plataforma, todos os conteúdos originais farão homenagens a artistas negros, e a ação também inclui uma valorização de cantores que ainda estão começando a carreira, com suas músicas incluídas em palylists de gêneros como Pop, Funk, MPB e Rap.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais