Labrador em estado terminal leva dona até o altar

- O Estado de S.Paulo

Charlie Bear tinha um tumor avançado no cérebro

Foto: Jennifer Dziuvenis

Ao descobrir um tumor avançado no cérebro de seu cachorro, Charlie Bear, a veterinária Kelly O'Connell decidiu que era melhor sacrificá-lo. Com 15 anos ele sofreu a primeira convulsão e o problema passou a ser frequente. 

A dona, que estava prestes a casar, percebeu que Charlie estava um pouco melhor e achou que ele poderia participar de seu casamento: ele a levaria até o altar. 

Foto: Jennifer Dziuvenis

No momento da cerimônia o labrador estava ótimo e conseguiu ir com Kelly até o encontro do noivo, o que a deixou muito emocionada e surpresa. Na hora de voltar, Charlie teve de ser carregado por uma das madrinhas pois não conseguia mais andar. 

Uma semana depois do casamento o labrador foi sacrificado em sua casa com a família. 

Foto: Jennifer Dziuvenis