Jornal comete erro e troca símbolo do gênero feminino pelo masculino

- O Estado de S.Paulo

Capa da publicação 'Express', do The Washington Post, virou piada nas redes sociais

Washington Post trocou símbolo feminino pelo masculino.

Washington Post trocou símbolo feminino pelo masculino. Foto: Reprodução/Twitter

Na semana passada, o jornal americano The Washington Post publicou em suas redes sociais a capa da revista Express, uma publicação a parte do jornal sobre cultura, gastronomia e comportamento. Mas havia um erro: a capa trocou o símbolo do gênero feminino pelo masculino, como mostra a imagem acima. 

O assunto principal da capa era uma grande passeata a favor do direito das mulheres e o símbolo era formado por centenas de mulheres sobre um fundo rosa. Imediatamente, seguidores da revista no Twitter e no Facebook apontaram o erro.

"Por favor, expliquem a troca do símbolo feminino pelo masculino na capa de vocês", disse um internauta no Facebook, enquanto, no Twitter, muitos anexaram prints da busca do Google mostrando como é fácil descobrir qual é o símbolo do gênero feminino.

Pouco tempo depois, o The Washington Post apagou as publicações e postaram um pedido de desculpas. "Nós cometemos um erro em nossa capa nesta manhã e nós estamos muito envergonhados. Nós erroneamente usamos um símbolo masculino ao invés de um símbolo feminino", tuitou o perfil. Depois, eles publicaram a capa com o símbolo correto.

O problema é que foi a capa errada que foi para a gráfica e para as bancas, como mostra a foto abaixo:

Eles se desculparam, mas a capa errada foi parar nas bancas.

Eles se desculparam, mas a capa errada foi parar nas bancas. Foto: Reprodução/Twitter

Os seguidores reagiram com críticas e com bom humor: 

'Aqui estão algumas imagens gratuitas que podem ser úteis'

 

'Como vocês conseguiram fazer isso? Quantas pessoas viram essa capa e deram um ok?'

 

Foi isso que vocês fizeram, não foi?

 

'Quantos olhos olharam para isso antes da impressão? Diretores de arte, escritores, editores... Meu Deus'

 

'Essa é a coisa mais divertida que eu vi neste ano'

 

 

Difícil assim.