Instituto de câncer e ONG inauguram banco gratuito de perucas no Rio

Redação - O Estado de S.Paulo

Iniciativa já existe em SP e busca elevar a autoestima de mulheres que estão em quimioterapia

Perucas elevam a autoestima de mulheres em tratamento quimioterápico.

Perucas elevam a autoestima de mulheres em tratamento quimioterápico. Foto: PIxabay

O Instituto Coi, que promove pesquisas sobre o câncer, inaugurou no começo deste mês um banco de perucas na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A iniciativa se deu em parceria com a ONG Cabelegria, de São Paulo, e a ideia é que qualquer mulher em quimioterapia adquira perucas gratuitamente.

Todas são feitas com cabelo humano doado e a equipe da ação também oferece produtos para cuidar dos fios, como xampu e condicionadores. Para escolher e levar os itens, é necessário apresentar um laudo médico comprovando que está em tratamento oncológico. A previsão é atender 60 pacientes por mês.

A madrinha da iniciativa, Giovanna Antonelli, é parceira de longa data dessa causa. Em 2017, a atriz cortou o próprio cabelo para ajudar crianças com câncer. "O engajamento social sempre esteve presente na minha vida", disse ela em nota do Instituto Coi.

A ONG Cabelegria já tem um banco de perucas em São Paulo e compartilha inúmeros mensagens de carinho e gratidão de mulheres que tiveram a autoestima elevada após a doação dos fios. "Com esse trabalho lindo, vocês conseguiram me tirar da depressão", disse uma internauta.

"Ainda estou no hospital e recebi a peruca com muita alegria. Me deu mais forças para lutar. A emoção tomou conta de todos", escreveu outra. Confira alguns depoimentos na íntegra:

Crianças também ajudam, seja doando ou dando apoio emocional: