Incêndio florestal faz ressurgir relíquia da Segunda Guerra Mundial na Irlanda

Redação - O Estado de S.Paulo

Avisos foram pintados na costa irlandesa para avisar aos aviões que estavam entrando em território neutro

Incêndios florestais na Irlanda fizeram ressurgir avisos pintados na costa marítima do país durante a Segunda Guerra Mundial

Incêndios florestais na Irlanda fizeram ressurgir avisos pintados na costa marítima do país durante a Segunda Guerra Mundial Foto: Garda Air Support Unit/Irish Air Corps via AP

Um incêndio florestal na cidade de Bray Head, na costa leste da Irlanda, por conta da onda de calor que passou pela Europa no início de agosto, fez ressurgir uma relíquia da Segunda Guerra Mundial: um aviso, escrito com pedras pintadas de tinta branca, dizendo ‘Éire’, forma gaélica de se referir à ilha britânica. A curiosidade foi compartilhada no Twitter pelas contas oficiais do Corpo Aéreo Irlandês e da Guarda Siochána, a polícia local.

Cerca de 85 avisos foram pintados entre 1942 e 1943 para avisar aos exércitos que combatiam no conflito mundial que eles estavam entrando em território irlandês. A Irlanda se manteve neutra durante a Segunda Guerra Mundial e os avisos serviam para que não bombardeassem o país por engano e também para ajudar a navegação dos aviões que vinham dos Estados Unidos. 

“A razão pela qual os avisos apareceram foram os incêndios em Bray Head, eles queimaram todo o mato no local e deixaram o aviso à vista. Dá para ler a palavra Eire logo acima de um número oito, bem desbotado. O número se referia ao posto de vigia local”, disse um representante do Corpo Aéreo Irlandês ao site TheJournal.ie. 

Veja abaixo as fotos.