Idosa procura emprego com cartaz na Avenida Paulista

- O Estado de S. Paulo

Aos 72 anos e analfabeta, Tereza Viega recusa esmolas e diz que busca ocupação

Tereza Viega, de 72 anos, busca emprego como diarista ou passadeira. 

Tereza Viega, de 72 anos, busca emprego como diarista ou passadeira.  Foto: Reprodução/Facebook

A foto de uma senhora de 72 anos com um cartaz à procura de um emprego na Avenida Paulista, em São Paulo, está ganhando o Facebook. A imagem foi postada na tarde da terça-feira, 27, e já alcançou mais de 13,5 mil compartilhamentos.

Na fotografia, Tereza Viega oferece serviços de diarista e passadeira e mostra, em um cartaz, nome e telefone de contato. 

Em entrevista à Veja, a idosa disse que é gaúcha, analfabeta e que mora sozinha em um quarto de pensão na Barra Funda, na zona oeste. Ela tem seis filhos, dos quais quatro vivem em outro Estado. 

"“Pedi para a vendedora de uma livraria escrever o cartaz pra mim”,  afirmou à revista. Ela disse que após a divulgação da imagem no Facebook, uma mulher ofereceu-lhe uma máquina de costura. “Recusei porque não sei costurar. Gosto mesmo é de fazer faxina”, disse. Felizmente, ela já conseguiu um serviço e vai trabalhar como diarista todas as sextas-feiras. 

A tradutora Alessandra Siedschlag se mobilizou com a história e criou uma vaquinha para ajudar dona Tereza. Até agora, já foram arrecadados mais de R$ 16 mil. 

Não é a primeira vez em que Tereza fica conhecida. Ela já havia aparecido em uma reportagem de 2012 na qual procurava a nora grávida na Crackolândia.