Homem ganha indenização após ex-namorada mandar e-mail falso em seu nome

Redação - O Estado de S.Paulo

O musicista Eric Abramovitz perdeu uma bolsa de estudos por conta da fraude cometida por Jennifer Lee

Um clarinetista canadense recebeu uma indenização de quase um milhão de reais após sua ex-namorada apagar um e-mail que lhe garantiria bolsa de estudos

Um clarinetista canadense recebeu uma indenização de quase um milhão de reais após sua ex-namorada apagar um e-mail que lhe garantiria bolsa de estudos Foto: Pixabay/congerdesign

O clarinetista canadense Eric Abramovitz ganhou uma indenização de 350 mil dólares canadenses (cerca de R$ 993 mil) após o tribunal de Montreal determinar que em 2014 sua ex-namorada enviou e-mail falso recusando o convite para estudar um importante conservatório de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Segundo a defesa de Abramovitz, com medo de perdê-lo, Jennifer Lee, sua então namorada, enviou um e-mail falso para Yehuda Gilad, um dos maiores clarinetistas do planeta, recusando uma das duas vagas disponíveis para estudar no Conservatório Colburn, onde ganharia uma bolsa anual de US$ 50 mil (aproximadamente R$ 187 mil) por ano.

Na sentença, o juiz concordou com a argumentação de Abramovitz de que o e-mail falso prejudicou sua carreira como musicista e determinou a indenização levando em conta o prejuízo profissional causado por Lee. "A corte está reparando o abjeto dano que a ré causou na vida profissional do autor da ação", escreveu o juiz.

Apesar de ter perdido a bolsa, Abramovitz conseguiu estudar com Yehuda alguns anos depois e continuar sua carreira como musicista. Hoje ele é um dos clarinetistas principais da Orquestra Sinfônica de Toronto, no Canadá.