Homem fica preso por três dias em banheiro de posto de saúde no Paraná

Redação - O Estado de S. Paulo

Funcionários não perceberam desaparecimento do paciente, que passou o fim de semana trancado no local

Paranense Edmilson não soneguiu deixar banheiro e unidade de saúde fechou

Paranense Edmilson não soneguiu deixar banheiro e unidade de saúde fechou Foto: Marcio Fernandes/Estadão

Um caso inusitado ocorreu em um posto de saúde de Maringá, no norte do Paraná. Um homem ficou preso durante quase três dias em um banheiro do local.

Tudo começou na última sexta-feira, 28, quando Edmilson sentiu dores na clavícula e foi até a Unidade Básica de Saúde (UBS) para fazer uma radiografia. Quando estava próximo do horário de fechamento do posto, ele precisou usar o banheiro acessível e ficou trancado no sanitário.

Após um tempo, ele conseguiu finalmente deixar o banheiro, mas descobriu que o posto havia fechado e que os funcionários tinham ido embora.

O sanitário era equipado com um botão, que disparava um alarme de emergência se fosse apertado, mas o homem não notou este detalhe. "Quando eu saí do banheiro, estava tudo apagado e trancado. Eu bati na porta e gritei. Mas ninguém ouviu", explicou o paranaense em entrevista à RICTV.

Desesperada com o sumiço de Edmilson, a família chegou a ir até a delegacia da cidade e registrou um boletim de ocorrência por desaparecimento.

Como a unidade não abre aos sábados e domingos, o paciente ficou preso durante todo o fim de semana e só foi 'resgatado' na segunda-feira, 31, quando, finalmente, realizou os exames.