Guaxinim chama atenção da internet ao escalar prédio de 25 andares

redação - O Estado de S.Paulo

Animal foi visto pela primeira vez perto de um ninho de pombos e, depois, fugiu pelo edifício mais alto

Guaxinim levou cerca de 20 horas para alcançar o topo de um prédio de 25 andares.

Guaxinim levou cerca de 20 horas para alcançar o topo de um prédio de 25 andares. Foto: skeeze/Pixabay

Por cerca de 20 horas, a internet acompanhou a saga de um guaxinim que escalou um prédio de 25 andares em Saint Paul, Minnesota, nos Estados Unidos. A aventura foi acompanhada e relatada pelo repórter Tim Nelson, da MPR News, e por internautas que torciam para que o animal saísse dali bem.

Tudo começou ainda na segunda-feira, 11, quando o animal foi visto perto de um ninho de pombos no alto de um prédio e ficou preso.

Depois, ele pulou para o telhado de uma construção vizinha de dois andares e, em seguida, começou a subir as paredes de uma torre ainda maior.

Enquanto isso, as pessoas acompanhavam, da calçada, a fuga feita com destreza.

The #mprraccoon has rescued itself. Sort of. Now it's climbing the skyscraper next door. pic.twitter.com/YD8jalkrrM

— Tim Nelson (@timnelson_mpr) 12 de junho de 2018

Depois que o repórter tuitou sobre o caso, e a hashtag #mprraccoon se disseminou pelo país, chegando ao Trending Topics do Twitter, o guaxinim virou um 'herói' na internet.

Um internauta tirou uma foto do animal do 13º andar do edifício.

Até James Gunn, diretor de Guardiões da Galáxia - filme que conta com um guaxinim no elenco - tuitou sobre o bichinho e disse que doaria mil dólares a uma instituição de caridade caso alguém salvasse o animal. "Não consigo lidar com isso. Pobre garoto", disse.

As pessoas pediram ajuda ao centro de reabilitação de animais selvagens do Estado de Minnesota e ao controle de animais de Saint Paul. De acordo com o chefe do Corpo de Bombeiros local, era muito arriscado enviar uma pessoa para salvar o guaxinim, mas uma equipe montou armadilhas no telhado da torre para o caso de o animal chegar lá. E ele chegou.

Especialistas em controle de animais colocaram comida aromática no telhado a fim de que ele seguisse o cheiro e fosse capturado em segurança.

Deitado perto de uma janela no 23º andar, o guaxinim escalou os dois últimos patamares do prédio e chegou ao topo na madrugada desta quarta-feira, 13. O momento foi registrado por outro internauta. Final feliz para ele e de alívio para quem acompanhou tudo.