'Gente boa também mata', diz slogan de campanha polêmica do Ministério dos Transportes

- O Estado de S.Paulo

Anúncios associam crimes de trânsito a pessoas que praticam boas ações

Campanha traz imagens alegres e positivas junto à frase "Gente boa também mata"

Campanha traz imagens alegres e positivas junto à frase "Gente boa também mata" Foto: Reprodução/Twitter

Está causando polêmica nas redes sociais a nova campanha de conscientização do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. Com o slogan, "Gente boa também mata", o órgão está veiculando anúncios que associam crimes de trânsito a pessoas que praticam boas ações, alertando que todos podem cometer imprudências no volante. A abordagem está, contudo, recebendo muito críticas pelo teor irônico e por associar ações negativas a pessoas bem intencionadas

Os vídeos da campanha, por exemplo, trazem imagens ensolaradas e uma música alegre, com assovios, em que pessoas sorridentes praticam boas ações, como ajudar turistas idosos e doar sopas a moradores de rua.

"Quem planta árvores pela cidade, quem faz trabalho voluntário, quem espalha amor pelas ruas também pode matar. Responder uma mensagem ao volante pode pôr tudo a perder. Gente boa também mata. Se for dirigir, esqueça o celular", diz um dos comerciais.

Em outro, aparece a seguinte frase: "Quem resgata animais nas ruas, quem vive pela sua comunidade, quem cuida dos idosos também pode matar. Uma ultrapassagem perigosa pode pôr tudo a perder. Gente boa também mata. Não corra. Só ultrapasse com segurança."

Nas redes sociais, diversos usuários também estão postando críticas e compartilhando fotos dos anúncios em paradas de ônibus, nas quais aparecem frases como "Quem resgata animais na rua pode matar" e "O melhor aluno da sala pode matar".

Veja algumas críticas e elogios abaixo: