Garota cita Convenção de Genebra para pedir fim do castigo coletivo na escola

Redação - O Estado de S.Paulo

História foi compartilhada no Twitter pelo pai dela o escritor Mason Cross

Ava Bell, 11 anos, ganhou dois sorvetes do pai

Ava Bell, 11 anos, ganhou dois sorvetes do pai Foto: Twitter/ MasonCrossBooks

A resposta de Ava Bell, 11 anos, a um formulário na escola impressionou o seu pai o escritor Mason Cross, pseudônimo de Gavin Bell. Tanto que ele compartilhou no Twitter, na quinta-feira, 25, uma foto do que ela escreveu. Ela recebeu um formulário que questionava o que a sua professora poderia fazer para ser melhor. "Não usar o castigo coletivo porque não é justo com as pessoas que não fizeram nada e, segundo as Convenções de Geova [sic] de 1949, isso é crime de guerra", escreveu a aluna referindo-se à Convenção de Genebra.

O pai divulgou a resposta na rede social e ainda acrescentou: "não tenho certeza se devo comprar o seu sorvete ou ela de castigo...". Muitos internautas responderam pedindo que ele não a castigasse. Patricia Arquette, a atriz americana ganhadora de Oscar, também tuítou para Cross demonstrando admiração pela menina. "Em breve, chegará o momento em que ela sairá do ninho, e você será muito feliz, pois ela é forte e não aceitará qualquer dor", escreve Arquette. Por fim, o escritor decidiu que Ava mereceu, não apenas um sorvete como dois.