‘Funk do coronavírus’ conscientiza e informa população sobre a covid-19; ouça

Redação - O Estado de S.Paulo

Com versos sobre higiene e a importância da quarentena, MC Tchelinho diverte e alerta sociedade: 'funk para meus irmãos e irmãs das favelas'

Imagem do novo coronavírus

Imagem do novo coronavírus Foto: CDC/ Divulgação

O ator Jonathan Azevedo compartilhou nesta quarta-feira, 18, um funk do MC Tchelinho com versos de conscientização sobre a pandemia do novo coronavírus. Com trechos falando da importância de lavar as mãos, ficar em casa e de aproveitar o tempo para estudar, o músico cantou num ritmo 150 BPM, subgênero nascido nas favelas cariocas, e encantou o público.  

"Minha missão é alertar nosso povo, e a minha responsabilidade é conversar com a comunidade. Pega a visão e abraça o papo", escreveu Azevedo. "Corona tá na pista / eu vou ficar em casa / se liga aí os irmãos / e as minas da quebrada", começa Tchelinho. "Devemos lavar a mão / álcool em gel é a parada / se espirrar tampa com o braço / e não põe na cara", completa.

MC Tchelinho integra o coletivo de funk Heavy Baile e explicou pelo Instagram as razões pelas quais criou a melodia. "Cada um luta [contra o coronavírus] com suas armas. A nossa é a arte. Fiz esse funk para que meus irmãos e irmãs das favelas possam ter um pouco mais de informação sobre essa pandemia que estamos atravessando", disse.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Ouça o 'Funk do coronavírus':

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus