Funcionário de supermercado deixa homem autista ajudá-lo a organizar prateleiras e vídeo viraliza

Redação - O Estado de S.Paulo

'Ele poderia tê-lo ignorado, mas, em vez disso, deixou Ryan ter esse momento e deu a nossa família um momento inesquecível', disse a irmã do jovem autista

Funcionário de supermercado deixou que homem com autismo o ajudasse a organizar geladeira por 30 minutos. 

Funcionário de supermercado deixou que homem com autismo o ajudasse a organizar geladeira por 30 minutos.  Foto: Facebook/delaney.edwards.98

Após um entregador tentar formas diferentes de se comunicar com um menino com autismo, foi a vez de um funcionário de um supermercado na Luisiana se dedicar para dar um tratamento adequado e gentil a uma pessoa com a condição.

No último domingo, 29, Jordan Taylor, funcionário de uma unidade do Rouses Markets na Luisiana, Estados Unidos, estava arrumando as prateleiras de uma geladeira do supermercado quando Jack Ryan, que é autista, pediu para ajudar. O momento foi filmado pelo pai de Ryan, que disse estar "assistindo a um milagre".

"Nós todos sabemos que o autismo faz com que sair de casa seja difícil, e, às vezes, supermercados podem ser um desafio. Esse homem decidiu ir mais devagar e deixou Ryan ajudar por 30 minutos, guiando-o até terminar a tarefa. Ele poderia tê-lo ignorado. Em vez disso, ele deixou Ryan ter esse momento e deu a nossa família um momento que nunca vamos esquecer", disse Delaney Edwards Alwosaibi, irmã de Ryan, em um post do Facebook no qual compartilhou o vídeo.

Após a repercussão – já são mais de 8 mil compartilhamentos – Delaney criou uma campanha na plataforma de financiamento coletivo GoFundMe para Jordan, que, de acordo com a descrição, sonha em estudar matemática e virar professor. Em um dia, foi arrecadado mais de 50 mil dólares, que era a meta.