Formatura acaba em pancadaria após bufê servir guaraná em vez de espumante

Pedro Prata* - O Estado de S.Paulo

Formandos de enfermagem alegam que serviço fornecido pela empresa não foi o combinado em contrato

Formandos e convidados se envolveram em agressões físicas

Formandos e convidados se envolveram em agressões físicas Foto: Facebook/ @blogdoluiscardoso

O que deveria ser uma noite de alegria e comemoração acabou se tornando uma experiência para se esquecer. Na madrugada de sexta para sábado, 12, uma festa de formatura em São Luís, no Maranhão, acabou em confusão e briga após alunos alegarem que o bufê contratado não forneceu adequadamente o serviço combinado. A empresa contesta as acusações.

O incidente ocorreu na festa de formatura da turma de enfermagem da Faculdade Pitágoras, em São Luís. A faculdade informou, em nota, que o evento não foi organizado pela instituição.

Também por meio de nota, os formandos informaram que o serviço prestado pela empresa Momento Único Eventos não ocorreu com a qualidade que eles esperavam.

“Destaca-se que desde o início o serviço não foi prestado da forma devida, seja pelo atraso do cerimonial e início do som ambiente, até a substituição do espumante por guaraná e falha no serviço de jantar no qual não foi oferecido o que consta no contrato”, diz a nota.

Por sua vez, a empresa Momento Único Eventos alegou que “todos os itens contratados estavam sendo executados até o momento dos violentos desentendimentos que acarretaram na evasão dos convidados dando fim ao evento, minutos antes das duas horas, horário de término do evento contratado”.

Segundo relatam os formandos, por volta da meia-noite uma única formanda e seus convidados discutiram com garçons na região da cozinha. Em seguida, a mesma formanda utilizou o microfone da banda que tocava para falar mal do serviço. Outra pessoa presente na festa tentou danificar o som da banda e então uma confusão generalizada começou, com pelo menos três formandas sendo agredidas.

Do outro lado, a Momento Único Eventos informa que “foram feitas declarações da presidente da comissão durante o momento do fato ocorrido - no sistema de som da festa - que todos os itens contratados haviam sido cumpridos e demonstrando claramente que a confusão se deu única e exclusivamente entre formandos e convidados, sem qualquer motivação por parte do serviço prestado pela empresa”.

Em vídeos que circulam pela internet é possível ver pessoas se agredindo e destruindo os móveis do espaço onde o evento ocorreu. O salão, Casa Branca Espaço e Gourmet, declara que foi contratado apenas para locação do local e não possuía nenhuma obrigação quanto ao serviço a ser oferecido, fato confirmado pelos alunos.

Ainda na nota, os formandos acusam a representante e dona da empresa Momento Único Eventos de se ausentar do local quando a confusão se iniciou e não fornecer o auxílio necessário. “Dessa forma, este acontecimento trouxe inúmeras consequências, que serão analisadas judicialmente”, informam.

A empresa prestadora do serviço explica que encaminhou seus funcionários para as dependências da casa de eventos até o desfecho da confusão. Além disso, informa que a equipe de segurança no local acionou a Polícia Militar para tomar as devidas providências.

Os formandos escreveram que as consequências da confusão vão muito além de ter a festa de formatura interrompida: “Algo de extrema importância não poderá ser reparada: o sentimento é de extrema vergonha, uma vez que os formandos buscavam apenas uma felicidade ímpar”. Eles terminam a nota defendendo que a confusão nada tem a ver com a sua formação profissional e pedem desculpas aos convidados, aos professores, à instituição de ensino e à sociedade.

A empresa Momento Único Eventos declara que “os boatos estão sendo apurados e serão levados à Justiça, inclusive quanto a declarações atribuídas a terceiros denegrindo a imagem da empresa e da sua titular”.

Confira as notas oficiais das partes envolvidas e vídeos da pancadaria:

Faculdade Pitágoras:

Em compromisso com a transparência e em respeito à comunidade acadêmica, a Faculdade Pitágoras de São Luís esclarece que a festa realizada em 12 de agosto por uma turma de alunos do curso de Enfermagem não foi organizada pela instituição de ensino. A direção repudia qualquer ato de violência praticado dentro ou fora das dependências da unidade e permanece à disposição para quaisquer dúvidas adicionais. 

Para ler a nota da empresa Momento Único Eventos, clique aqui.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais