Força-tarefa: filhote de coruja é devolvido ao lar com ajuda de guindaste

redação - O Estado de S.Paulo

Pássaro de cerca de dez dias de vida foi encontrado no chão e estava desidratado

Filhote de coruja caiu do ninho a cerca de 12 metros de altura.

Filhote de coruja caiu do ninho a cerca de 12 metros de altura. Foto: Facebook/WildCareCapeCod

Na última semana, os voluntários do Wild Care, organização de Massachusetts que preza pelos cuidados com a vida animal selvagem, formaram uma força-tarefa com direito a um guindaste para devolver ao lar um filhote de coruja que tinha caído do ninho.

As pessoas que encontraram o pássaro caído perto da casa delas entraram em contato com Stephanie Ellis, diretora executiva na instituição que, imediatamente, enviou um grupo de voluntários para atender a ocorrência.

"Era um filhote de cerca de dez dias", disse Stephanie ao site The Dodo. "Essa coruja era muito nova para estar no chão, então nós pedimos aos nossos voluntários que a trouxessem para uma avaliação", contou.

Apesar de saúdável, o filhote estava um pouco desidratado, e a organização o manteve em uma incubadora. Stephanie garantiu também a boa alimentação da ave, nem que para isso fosse preciso ficar acordada para se adaptar aos hábitos noturnos da espécie.

Mas a maior preocupação dela era devolver a coruja ao lar. "Filhotes de coruja se acostumam muito fácil com pessoas", disse. Assim, os voluntários foram ao local onde o animal foi encontrado e, com ajuda dos moradores, encontraram um ninho em um árvora a pouco mais de 12 metros de altura.

Como o filhote era muito pequeno, a probabilidade de aquele ninho ser dele era alta. Para chegar lá, eles contaram com a ajuda do filho de um dos voluntários da Wild Care, que trabalha em uma empresa local de paisagismo e serviços em árvores.

Com a ajuda de um guindaste equipado com um cesto, a coruja foi levada até o ninho dentro de uma caixa de segurança. Para surpresa da equipe, havia outros filhotes e muita comida no ninho.

"Parece que tudo está indo bem", disse Stephanie. "Demorou um vilarejo [de distância], mas fizemos acontecer (e em um curto período de tempo). É tão gratificante".