Filha faz post no Twitter para ajudar pai após ninguém aparecer na exposição de arte dele

Redação - O Estado de S.Paulo

Gerardo Saenz faz pinturas em fitas cassete e, recentemente, fez uma exposição – mas ninguém compareceu; então sua filha fez um tuíte viral para ajudá-lo

Um dos quadros da coleção TAPEstry Art.

Um dos quadros da coleção TAPEstry Art. Foto: Facebook/TAPEstry Art by Gerardo Saenz

O norte-americano Gerardo Saenz sempre gostou de desenhar e pintar e, recentemente, começou a fazer pinturas usando uma base bastante criativa: fitas cassete. Os quadros fazem parte do projeto TAPEsty Art e ele publica suas obras no Facebook.

Há alguns dias, ele conseguiu expor suas obras em um museu. O problema é que ninguém apareceu para apreciar seu trabalho. Para animar Gerardo, sua filha, Tatianna, teve uma ideia: relatou o ocorrido em seu Twitter e pediu que seus seguidores dessem curtidas na página do Facebook do projeto.

"Ninguém veio para a exibição de arte do meu pai hoje à noite e ele estava muito animado para mostrar aos amigos dele todo o trabalho duro que ele teve :( se alguém está interessado, por favor, vá até a página dele no Facebook e dê uma curtida: TAPEstry Art by Gerardo Saenz", tuitou a jovem.

 

O tuíte comoveu muitas pessoas: foram mais de 76 mil retuítes e 190 mil curtidas. Depois, Tatianna ainda publicou o link para a loja onde o pai vende os quadros, e muitos foram vendidos rapidamente para pessoas de diversos países, incluindo o Brasil.

"Eu percebi que, crescendo nos anos 1980, tinha muitas lembranças de quando eu sentava e assistia ao pôr do sol enquanto ouvia música em várias fitas cassete. Agora eu imagino essas memórias e experimento com diferentes criações de pinturas nas fitas enquanto as memórias de música ecoam em mim", falou Saenz ao Mashable.