Exposição de Basquiat conta com atividades lúdicas e inclusivas

Redação - O Estado de S.Paulo

A programação organizada pelo CCBB conta com roteiro para pessoas com necessidades especiais

A exposição do artista norte-americano Jean-Michel Basquiat conta com atividades lúdicas e inclusivas para o público interagir com as obras

A exposição do artista norte-americano Jean-Michel Basquiat conta com atividades lúdicas e inclusivas para o público interagir com as obras Foto: Karen Montija/CCBB/Divulgação

A exposição do artista norte-americano Jean-Michel Basquiat, que vem sendo um sucesso de público no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em São Paulo, conta com atividades lúdicas e inclusivas que instigam o visitante a fazer reflexões sobre as obras do artista que foi símbolo da resistência negra e da cultura urbana na cidade de Nova York dos anos 1980.

São oferecidas atividades acessíveis para todas as idades e públicos, como crianças, adultos, idosos e grupos de acessibilidade. Além das visitas abertas — que não exigem agendamento prévio — é possível agendar visitas mediadas para grupos especiais formados por estudantes, instituições, associações, ONGs e pessoas com deficiência.

Foi desenvolvido um roteiro especial para pessoas com autismo, síndrome de Down, deficiência intelectual e com dificuldades de mobilidade, no qual são propostos jogos e atividades lúdicas que facilitam o entendimento da linguagem e mensagens expressas pelo artista. Grupos de pessoas com deficiência visual ou baixa visão têm a oportunidade de participar de roteiros com experiências táteis e descrições afetivas das obras do autor.

Durante as visitas, pessoas com deficiência auditiva também podem contar com a mediação de um dos educadores do programa e intérprete de libras, desde que agendada com antecedência. Como mais uma forma de inclusão e interação de linguagens, os intérpretes de libras também mediam visitas abertas para todos os públicos com a colaboração de educadores no papel de tradutores.

O CCBB desenvolveu, ainda, uma inédita batalha de poesia falada e performática, conhecida como slam, em línguas de sinais. A batalha dialoga com o universo do hip-hop, referência artística fortemente presente nas obras de Basquiat. Veja abaixo no vídeo como é essa batalha.

Exposição “Jean-Michel Basquiat – Obras da Coleção Mugrabi”

Data: 25 de janeiro a 7 de abril

Hora: Quarta a segunda, das 9h às 21 horas

Ingresso: Entrada franca

Classificação indicativa: Livre

Local: CCBB São Paulo (Rua Álvares Penteado 112, Centro. São Paulo/SP)

Acesso ao calçadão pelas estações Sé e São Bento do Metrô

Informações: (11) 3113-3649/3651/3652

ccbbsp@bb.com.br  |  www.bb.com.br/cultura  |  www.twitter.com/ccbb_sp  | www.facebook.com/ccbbsp | www.instagram.com/ccbbsp