'Estou devastada', diz vovó que vive com 30 gatos e descobriu um câncer no pulmão

Redação - O Estado de S.Paulo

Inglesa, com 64 anos de idade, tem poucos meses de vida e se preocupa com o futuro dos seus animais

Imagem ilustrativa.

Imagem ilustrativa. Foto: Facebook / God's Little People Cat Rescue

Marlene Brewer, de Lancashire, na Inglaterra, resgatou 70 gatos abandonados ao longo da vida e conseguiu dar um novo lar a 40 deles. No entanto, em julho, ela descobriu que tem um câncer terminal no pulmão e precisa encontrar um novo tutor para os outros felinos até o fim dos poucos dias que lhe resta.

A idosa, de 64 anos, está fazendo quimioterapia e, apesar da doença ter se tornado uma realidade, ela afirma que cuidar dos felinos a faz esquecer dos problemas. "Estou devastada. Fiz uma tomografia e o médico me ligou informando, mas eu o disse que não queria saber. Tudo que eu queria era ir para casa tomar um café e conversar com meus gatos", recorda em entrevista ao jornal britânico Lancashire Post.

Além dos gatos, a inglesa se preocupa também com os nove netos. "Perguntei ao doutor quanto tempo eu teria e se precisaria ir mais cedo às compras de Natal. Perguntei-lhe se meus netos teriam presentes meus este ano. Então, ele olhou para mim e disse que eu deveria ir às compras", lamenta.

VEJA TAMBÉM: Companherismo animal

Josh Dorazio/Stock Snap
Ver Galeria 8

8 imagens