Estados Unidos ganham o título da Copa do Mundo de quadribol

Redação - O Estado de S.Paulo

O Brasil terminou na 27ª colocação no torneio realizado na Itália

Os Estados Unidos saíram vitoriosos na Copa do Mundo de quadribol que foi realizada na Itália

Os Estados Unidos saíram vitoriosos na Copa do Mundo de quadribol que foi realizada na Itália Foto: Marvin Joseph/Washington Post

Foi realizada no último fim de semana a quarta edição da Copa do Mundo de Quadribol, em Florença, na Itália, modalidade inspirada no esporte que os bruxos praticam na saga Harry Potter. Na grande final, os Estados Unidos derrotaram a surpresa Bélgica por 120 a 70 e ganharam seu terceiro título mundial.

A seleção norte-americana veio para a Copa do Mundo querendo recuperar o título perdido no torneio de 2016, quando terminou na segunda colocação ao ser derrotada pela Austrália, e conseguiu cumprir esse objetivo. Foi uma das quatro seleções que terminaram a primeira fase invictas com quatro vitórias (junto com Bélgica, Alemanha e Reino Unido) e não deram chance para nenhum adversário na fase eliminatória.

O pódio da competição foi completado pela outra surpresa da competição: a Turquia, que derrotou o Reino Unido por 110 a 60 e ficou com a medalha de bronze na sua segunda participação no torneio.

A Copa do Mundo foi marcada por problemas de organização, com várias partidas do segundo dia do torneio sendo canceladas por falta de árbitros, falhas na transmissão dos jogos pela internet e reclamações das seleções de falta de apoio por parte da International Quidditch Association (IQA).

Participação brasileira. Em sua segunda participação na Copa do Mundo, o Brasil encontrou problemas e acabou na 27ª colocação entre os 29 países participantes. Na primeira fase terminou com quatro derrotas, tendo que enfrentar seleções de nível mais elevado, incluindo os Estados Unidos.

“Achamos que fomos mal no primeiro dia porque enfrentamos equipes fortes, o sorteio não nos favoreceu muito”, disse o goleiro Gabriel Bernardes ao E+. “Sabíamos que não éramos dos times mais fortes, mas acho que poderíamos ter vencido mais se não tivéssemos caído em um grupo contra quatro times fortes”, continuou sua avaliação.

No segundo dia de competição o Brasil conseguiu duas vitórias na fase de consolação: contra a Finlândia por 170 a 80 e por W.O. contra a Islândia, que resolveu não jogar em decorrência de lesões em seus jogadores, conquistando a sua colocação final.  

Veja abaixo o post da Associação Brasileira de Quadribol (ABRQ) agradecendo o apoio dos fãs na Copa do Mundo.