Em seis anos, quase 260 pessoas morreram tentando tirar uma selfie

Agência - ANSA

Sem calcular os riscos do local da foto, foram registrados afogamentos, quedas e ataques de animais silvestres

Um tubarão 'invadiu' a foto do mergulhador escocês Gareth Brown. Na selfie, o animal parece posar para a lente, o que surpreendeu o mergulhador.

Um tubarão 'invadiu' a foto do mergulhador escocês Gareth Brown. Na selfie, o animal parece posar para a lente, o que surpreendeu o mergulhador. Foto: Reprodução/@Girderbrown

O Instituto de Estudos Políticos, Econômicos e Sociais (Eurispes) divulgou um relatório nesta segunda-feira, 20, informando que 259 pessoas morreram nos últimos seis anos tentando tirar uma selfie.

Os dados recolhidos pela organização datam entre outubro de 2011 e novembro de 2017.

Ainda segundo o instituto, a faixa etária com maior incidência foi entre 20 e 29 anos, com 106 vítimas. Em seguida, aparecem jovens de dez a 19 anos, contabilizando 76 mortes. Esses dois grupos etários representam 70,3% do total de pessoas que morreram por causa de uma selfie.

Das 259 vítimas, 153 são homens e 106 são mulheres. O estudo ainda mostra que, em 84% dos óbitos, as pessoas não calcularam bem os riscos do local onde estavam tirando a foto.

Segundo o relatório, 70 pessoas se afogaram, 51 foram vítimas de acidentes relacionados a meios de transporte, 48 caíram de lugares altos, 48 foram queimadas, 16 eletrocutadas, 11 atingidas por armas de fogo e oito foram vítimas de ataques de animais silvestres.