Dormir com o pet pode atrapalhar a qualidade do sono?

Camila Tuchlinski - O Estado de S.Paulo

Prática traz benefícios, mas é preciso tomar alguns cuidados

Muitas pessoas têm o hábito de dormir com seus cães e gatos.

Muitas pessoas têm o hábito de dormir com seus cães e gatos. Foto: unsplash/@snik3rs

Você chega em casa após o trabalho ou a escola e tudo o que quer é receber o carinho do seu pet e passar uma boa noite de sono. Muitas pessoas têm o hábito de dormir com seus cachorros e gatos. Mas será que a prática pode prejudicar a saúde?

Um estudo publicado pelo Centro de Sono Mayo Clinic, no Arizona, Estados Unidos, revela que passar a noite com um animalzinho faz bem. De acordo com a pesquisa, 56% dos entrevistados dividiam a cama com o companheiro de estimação e, destes, 41% declararam que se sentiam melhor ao dormir acompanhado. O estudo foi feito com 150 pessoas.

A principal vantagem da prática é fortalecer o vínculo entre dono e animal. "Para o indivíduo, dormir acompanhado do pet ajuda a baixar a pressão arterial e a evitar o estresse e a depressão, proporcionado pelo aspecto emocional, devido ao carinho entre os dois. Isso pode auxiliar na regulação do sono e propiciar uma noite mais relaxante", explica Renata Federighi, consultora da Duoflex, empresa especializada em tecnologia do sono.

Para as crianças, que sentem medo do escuro ou da solidão durante a noite, deixar o animal de estimação no quarto ou na cama pode ser benéfico e proporcionar uma sensação de segurança.

Crianças que dormem com cães podem superar medo do escuro.

Crianças que dormem com cães podem superar medo do escuro. Foto: Unsplash/@leorivas

Apesar de todos os benefícios de uma companhia pet durante o sono, é preciso tomar alguns cuidados. A consultora do Sono Renata Federighi alerta para a necessidade de cuidados básicos de higiene, a atualização periódica da carteirinha de vacinação e vermifugação do animal.

"Caso o dono tenha alergia ao pelo, pode apresentar alguns sintomas como espirros, obstrução nasal, coriza, lacrimejamento ou coceira no nariz e na garganta, e isso pode prejudicar o sono", esclarece a especialista. Em casos como este, dormir com o animal na cama não é aconselhável.

Para aqueles que têm sono leve, a companhia do cão ou do gato pode atrapalhar. Levar o bichinho para fazer suas necessidades antes de dormir, por exemplo, pode deixá-lo mais tranquilo.